ONU alerta que alimentos básicos em Gaza podem acabar em três dias

Abastecimento que entrou no enclave pelo Egito é escasso

Publicado em 06/11/2023 - 07:48 Por Lusa* - Nova York

O Programa Alimentar Mundial (PAM) das Nações Unidas alertou nesta segunda-feira (6) que os alimentos básicos destinados à população civil em Gaza podem acabar nos próximos três dias.

O abastecimento que entrou no enclave pelo Egito é muito escasso diante das necessidades, principalmente o destinado ao consumo imediato como atum (em conserva), arroz, barras energéticas e tâmaras. A farinha destina-se exclusivamente às padarias.

Por outro lado, o Gabinete para a Coordenação da Ajuda Humanitária das Nações Unidas (Ocha) avisou nesse domingo que "um número limitado" de caminhões com bens humanitários conseguiu cruzar a fronteira de Rafah, não tendo dado mais detalhes sobre o trânsito de veículos que transportaram auxílio básico no último fim de semana.

No último dia 21 de outubro, Israel e o Egito aceitaram a entrega de ajuda humanitária - com restrições - sendo que até o momento entraram em Gaza 451 carregamentos por estrada, de acordo com dados da semana passada.

Segundo o último relatório do Ocha sobre a situação humanitária em território palestino, a distribuição de alimentos por parte de organizações internacionais aos deslocados internos no norte de Gaza está praticamente estancada devido à intensidade dos bombardeios de Israel.

Calcula-se que permanecem ainda no norte do enclave cerca de 400 mil civis, entre eles feridos, doentes e pessoas que não conseguem deixar o local.

No total, 11 padarias foram atacadas ou destruídas em Gaza desde o dia 7 de outubro, quando o Hamas atacou Israel, que lançou violenta ofensiva militar contra o território.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias