Recordista de maratona Kelvin Kiptum morre em acidente de carro

Ele registrou 3 dos 7 tempos mais rápidos da história da modalidade

Publicado em 12/02/2024 - 12:37 Por Thomas Mukoya e Humphrey Malalo - Reuters* - Nairóbi

O recordista mundial de maratona queniano Kelvin Kiptum e seu treinador morreram em um acidente de trânsito no Vale do Rift no domingo, interrompendo a carreira do único homem a ter corrido o clássico de resistência em menos de duas horas e um minuto.

O jovem de 24 anos estabeleceu o recorde mundial na Maratona de Chicago, em outubro, com o tempo de duas horas e 35 segundos, ultrapassando a marca de 2h01min09s percorrida pelo compatriota Eliud Kipchoge em Berlim em 2022.

Kiptum, que registrou três dos sete tempos de maratona mais rápidos da história, esperava se tornar o primeiro homem a correr a maratona em menos de duas horas em Rotterdam, em abril, bem como fazer sua estreia olímpica em Paris, em julho.

“Estamos chocados e profundamente tristes ao saber da perda devastadora de Kelvin Kiptum e do seu treinador, Gervais Hakizimana”, disse o presidente da Federação Internacional de Atletismo (World Athletics), Sebastian Coe, num comunicado. “Em nome de toda a World Athletics, enviamos as nossas mais profundas condolências às suas famílias , amigos, companheiros de equipe e à nação queniana".

“Um atleta incrível que deixou um legado incrível, sentiremos muita falta dele.”

De acordo com o relatório policial, Kiptum estava dirigindo, levando o técnico ruandês e uma mulher no carro, perto da aldeia do Vale do Rift onde nasceu quando ocorreu o acidente.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias