Dilma diz que fará tudo para impedir avanço de processos antidemocráticos

Publicado em 15/09/2015 - 13:50 Por Luana Lourenço – Repórter da Agência Brasil - Brasília

A presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de entrega do 28 Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto (José Cruz/Agência Brasil)

Governo está atento a tentativas de se criar clima de  instabilidade, diz presidentaJosé Cruz/Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff afirmou hoje (15) que o governo fará de tudo para impedir o avanço de processos que desestabilizem a democracia. “Faremos tudo para impedir que processos não democráticos cresçam e se fortaleçam”, disse a presidenta, ao ser perguntada sobre o avanço de movimentos favoráveis ao impeachment no Congresso Nacional.

Dilma destacou que o governo está “atento a todas as tentativas de produzir uma espécie de instabilidade profunda no país”, o que, segundo ela, só beneficiaria “o pessoal do quanto pior, melhor”.

“O Brasil, a duras penas, conquistou uma democracia, e eu sei o que estou dizendo. Eu sei quantas penas duras foi para conquistar a democracia”, disse Dilma, em rápida entrevista após a cerimônia de entrega do 28º Prêmio Jovem Cientista, no Palácio do Planalto.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias