"Estou aqui para fazer o espírito do Aldir viver": João Bosco e amigos se despedem de Aldir Blanc

Despedida de Aldir Blanc

Publicado em 04/05/2020 - 18:12 Por Cristiane Ribeiro - Rio de Janeiro

O adeus ao compositor e escritor Aldir Blanc foi feito pelas redes sociais. As muitas homenagens em vídeos e mensagens substituíram as despedidas presenciais, suspensas porque ele foi mais uma vítima da Covid-19.


Blanc, de 73 anos, morreu no final da madrugada desta segunda-feira, por complicações causadas pelo novo coronavírus, depois de duas semanas internado na UTI do Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro.


O grande amigo e parceiro musical, João Bosco, postou que estava vivendo um dos dias mais difíceis de sua vida e que não existe João sem Aldir. Ele diz que perde o maior amigo, mas que ganha, nesse mar de tristeza, uma razão para viver e que vai cantar as canções feitas pelos dois enquanto tiver forças. Em nota, João Bosco declarou: uma pessoa só morre quando morre a testemunha. E eu estou aqui para fazer o espírito do Aldir viver. Eu e todos os brasileiros e brasileiras tocados por seu gênio.


O também parceiro de muitas músicas, Moacyr Luz, lembrou, em um vídeo publicado nas redes, o início da amizade, nos anos 1980, e quando fizeram a música “A tua sombra”. Por coincidência do destino, os dois moraram no mesmo prédio, na Tijuca.


Aldir Blanc Mendes nasceu no Rio de Janeiro, no dia 2 setembro de 1946. Aos 20 anos ingressou na Faculdade de Medicina, e se especializou em psiquiatria. Em 1973, abandonou o curso para dedicar-se exclusivamente à música. Participou de diversos festivais da canção e tornou-se um dos mais importantes compositores da Música Popular Brasileira.


A obra de Blanc reúne dezenas de canções conhecidas, feitas em parceria com outros ilustres artistas, como Moacyr Luz, Maurício Tapajós, Carlos Lyra, Guinga, Edu Lobo, Wagner Tiso, César Costa Filho, Roberto Menescal e Ivan Lins.

 
Uma de suas canções mais conhecidas, em parceria com João Bosco, é O Bêbado e a Equilibrista, lançada em 1979 e eternizada na voz de Elis Regina.

Últimas notícias
Geral

Distrito Federal abre abrigo provisório depois de recorde de frio

Por enquanto, são 100 vagas a serem preenchidas por ordem de chegada, para pernoite, das 20h até as 8h, no Ginásio do Centro Integrado de Educação Física, na quadra 907 Sul, região central da capital federal.

Baixar arquivo
Geral

Divulgada a lista de aprovados do concurso para o Censo 2022, do IBGE

Agora a próxima etapa será a de convocação e depois os aprovados serão chamados pelo IBGE para realizar treinamento.

Baixar arquivo
Economia

Equipe econômica aumenta previsão de alta para a inflação deste ano

De acordo com o Relatório de Receitas e Despesas do segundo bimestre, a inflação que, na previsão anterior, encerraria o ano em 6,5%, agora deve chegar a 7,9%, mais que o dobro do centro da meta de inflação anunciada para este ano, que seria de 3,5%. Já a previsão da taxa Selic subiu de 11,6% ao ano para 12,2%.

Baixar arquivo
Saúde

Brasileiro é o 1º caso de varíola dos macacos registrado na Alemanha

O rapaz, de 26 anos, viajou também para Portugal e Espanha antes de chegar a Alemanha. Ele estava há uma semana em Munique, cidade ao sul do país. A informação foi divulgada pelo Instituto de Microbiologia de Bundeswehr, ligado às forças armadas alemãs.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Agricultura lança campanha de promoção do produto orgânico

A campanha tem como objetivo detalhar os mecanismos de controle da qualidade orgânica que são utilizados no Brasil. Ou seja, ajudar o consumidor a identificar se determinado produto no mercado é orgânico e também a reconhecer as fraudes.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Frio começa a perder força na área central do país

O deslocamento de uma frente fria sobre o litoral da Bahia, associada a alta convergência de umidade vinda do Oceano Atlântico, vai favorecer a ocorrência de fortes chuvas no norte da região Nordeste.

Baixar arquivo