História Hoje: Festa de São Firmino começa em Pamplona, na Espanha

Celebração também conhecida como Sanfermines

Publicado em 06/07/2022 - 09:55 Por Gláucia Gomes - Locutora da Rede Nacional de Rádio - Brasília

Uma correria pelas ruas para fugir de touros é o que mais chama a atenção na Festa de São Firmino em Pamplona, ao norte da Espanha.

A celebração, também conhecida como Sanfermines, começa em 6 de julho e dura nove dias em homenagem ao patrono de Navarra, região onde se encontra Pamplona.

Vestidas com roupas brancas e um lenço vermelho no pescoço, milhares de pessoas de todo o mundo se reúnem na praça da prefeitura e nas varandas dos prédios. A festa de São Firmino começa ao meio-dia de 6 de julho, com o “chupinazo” que é o estampido de um foguete.

No dia seguinte, tem início um dos momentos pelo qual a festa é muito conhecida: os “encierros”. Durante oito dias, às 8h, os touros são estimulados a ir atrás dos corredores desde a parte antiga da cidade até a Praça de Touros, em um percurso de 850 metros.

Por ser considerada uma tradição perigosa, os participantes precisam conhecer bem as regras de segurança. Desde o primeiro festival até 2009, foram registradas 16 mortes, além de inúmeros feridos. Em 2019, 42 pessoas precisaram ser socorridas, quatro delas foram hospitalizadas em estado grave.

A origem da corrida tem raízes no século XV. Nessa época, os touros passavam por dentro da cidade durante o pastoreio e alguns homens entravam em meio aos animais por curiosidade ou para demonstrar valentia. A tradição se popularizou no século XIX. As autoridades cogitaram proibir os “encierros” por ser uma atividade perigosa, mas acabaram regulamentando as corridas.

Por volta das 10h, do dia 7 de julho, acontece a procissão religiosa em honra a São Firmino. A imagem percorre as principais ruas da cidade, acompanhada de uma banda e também da Comparsaria de Gigantões e Cabeçudos de Pamplona - formada por enormes bonecos que chegam a medir quase quatro metros de altura.

Depois de uma extensa programação cultural, a festa termina nos primeiros minutos do dia 14 de julho. As pessoas se reúnem na praça e cantam a música Pobre de mi, que lamenta o fim da festa.

História Hoje

Redação: Beatriz Evaristo

Sonoplastia: Messias Melo

Edição: Rede Nacional de Rádio/ Renata Batista

Últimas notícias
Geral

UnB pede esclarecimentos à polícia sobre recolhimento de gato morto

Há suspeita de que o felino tenha ligação com a morte do jovem de 18 anos que morreu com raiva humana na cidade, em 30 de julho.

Baixar arquivo
Economia

Economistas reduzem a expectativa da inflação para 2022

Com isso, caiu de 7,15% para 7,11% a previsão de IPCA para este ano, segundo o boletim Focus, divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira.

Baixar arquivo
Geral

Prefeitura de SP vai ampliar testes com faixas exclusivas para motos

A Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran) autorizou a prefeitura de São Paulo a ampliar o número de vias com a Faixa Azul.

Baixar arquivo
Economia

Infraestrutura MG vence leilão de concessão de 627 Km em Minas Gerais

O grupo venceu a disputa oferecendo um desconto de 0,1% sobre o valor de pedágio nas estradas concedidas. Os trechos leiloados estão localizados na região do Triângulo Mineiro.

Baixar arquivo
Segurança

"Dia D" de combate à violência contra mulher cumpre 38 mandados no RJ

Ação marca os 16 anos da Lei Maria da Penha e teve o objetivo de combater crime de perseguição e violência psicológica, além de reforçar a importância das mulheres estarem alertas a outros tipos de crimes, que antecedem o feminicídio.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Anvisa restringe uso do agrotóxico carbendazin aos estoques existentes

A decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária concluiu a reavaliação desse ingrediente utilizado no tratamento de sementes de arroz, feijão, milho e também em folhas de algumas lavoura.

Baixar arquivo