Carrefour é desligado de Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial

Grupo, que reúne 73 empresas, e repudiou assassinato de João Alberto

Publicado em 22/11/2020 - 14:17 Por Kariane Costa - Brasília

O Carrefour foi desligado por tempo indeterminado da Iniciativa Empresarial pela Igualdade Racial.

Em uma nota divulgada no site, o movimento, que reúne 73 empresas como o Google, Coca-Cola e Microsoft, repudiou o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, que foi espancado e morto por dois seguranças do Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

A nota diz que é criminoso que uma empresa permita que um cidadão entre para fazer uma compra e saia da loja morto. E acusa o supermercado de ter sido conivente por ter se omitido e não tomado providências para que essa morte fosse evitada.

Os dois seguranças acusados foram presos em flagrante e tiveram a prisão preventiva decretada. Eles devem responder por homicídio triplamente qualificado.

Após o ocorrido, protestos se espalharam por todo o país na sexta-feira e durante todo o fim semana. Manifestantes protestaram contra o racismo e pediram justiça pela morte de João Alberto. Em algumas cidades, as manifestações acabaram em confronto com a polícia e lojas da rede sofreram depredação.

Pelas redes sociais, o presidente do Grupo Carrefour, o francês Alexandre Bompard, disse que vai pedir a revisão de treinamento de funcionários no que diz respeito à segurança, respeito à diversidade e repúdio à intolerância.

Este não é primeiro caso polêmico envolvendo a rede de hipermercados no Brasil. No último ano, um segurança em uma loja de São Paulo agrediu até a morte uma cachorrinha que costumava circular pelo local. Já em uma loja do Carrefour em Recife, um funcionário morreu durante o expediente de trabalho e o mercado continuou funcionando normalmente com seu corpo coberto por guarda-sóis.

 

O Carrefour divulgou uma nota neste sábado (22). Confira a íntegra da resposta:

"O dia 20 de novembro, que deveria ser marcado pela conscientização da inclusão de negros e negras na sociedade, foi o mais triste da história do Carrefour.
Palavras não expressarão nossa angústia com a brutalidade.
Daremos todo o apoio à família de João Alberto Silveira Freitas e, em respeito a ele, nossa loja de Passo D’Areia fechou ontem e permanecerá fechada hoje.
Além disso, todo o resultado das vendas do dia 20 de novembro das lojas Carrefour Hipermercados será doado para entidades ligadas à luta pela consciência negra.
No dia 21, abrimos mais tarde para reforçarmos o treinamento antirracista com todos os nossos funcionários e terceiros.
Continuaremos com nossa transparência, informando os próximos passos.
Nada trará a vida de João Alberto de volta, mas estamos certos de que este momento de profundo pesar se converterá em ações concretas que impedirão que tragédias como essa se repitam".

 

Ouça também:

Causa da morte de João Alberto, espancado no Carrefour, foi asfixia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Ministério de Direitos Humanos lança campanha contra trabalho infantil

12 de junho é o Dia Internacional e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil. No Brasil, é ilegal qualquer tipo de trabalho realizado por crianças ou adolescentes com menos de 16 anos, independentemente da finalidade ou remuneração.

Baixar arquivo
Geral

Criminoso mais procurado do Rio é morto em ação da Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro capturou neste sábado (12) Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, chefe da maior milícia em atividade do

Baixar arquivo
Esportes

Seleção venezuelana confirma 12 casos positivos para covid-19

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que foi notificada pela Confederação Sul-americana de Futebol, a Conmebol, nessa sexta-feira (12), de que 12 integrantes da seleção venezuelana de futebol, entre

Baixar arquivo
Geral

Queiroga diz que todos os brasileiros devem ser vacinados este ano

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assegurou neste sábado (12), que todos os brasileiros com mais de 18 anos deverão estar vacinados contra a covid-19 até o final deste ano.

Baixar arquivo
Geral

Cristo Redentor é iluminado de vermelho contra trabalho infantil

O monumento ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, vai ser iluminado com a cor vermelha a partir das 18 horas deste sábado (12).

Baixar arquivo
Geral

Políticos repercutem a morte de Marco Maciel, aos 80 anos

Morreu neste sábado (12), o ex-vice-presidente da República Marco Maciel, aos 80 anos, em Brasília.

O político, nascido em Pernambuco, esteve no cargo entre 1995 e 2002, eleito junto com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele era filiado ao PFL, hoje DEM.

Baixar arquivo