Funcionários da GM encerram greve após acordo

Publicado em 24/08/2015 - 11:15 Por Magda Calipo - São Paulo

Mais de 4 mil funcionários da General Motors (GM), de São José dos Campos (SP), encerraram a greve de 12 dias. A decisão foi tomada em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira (24).

 

Os metalúrgicos concordaram com a proposta do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região que cancela 798 demissões. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos, essa foi uma das maiores paralisações na fábrica nos últimos 20 anos.

 

Os trabalhadores, que haviam sido demitidos por telegrama no dia 8 de agosto, entram em licença remunerada, retroativa a 10 de agosto.

 

Ficou acertado que, em setembro, esses metalúrgicos entram em lay-off (suspensão do contrato de trabalho) por um período de cinco meses, e recebem o pagamento de indenização adicional de quatro salários ao final do lay-off, caso haja rescisões contratuais.

 

A proposta inclui ainda antecipar a aposentadoria de um grupo de empregados e adoção de um Programa de Desligamento Voluntário.

 

A empresa poderá indenizar os trabalhadores que não desejarem integrar o programa de lay-off, no valor correspondente a cinco meses de desembolso da companhia, mais os quatro salários nominais de indenização.

 

A GM propôs pagamento de 50% dos dias parados e a compensação dos outros 50%.

 

Durante o período do lay-off, ficam garantidos aos trabalhadores o 13º salário, a participação nos lucros e o reajuste na data-base.

 

A Agência Brasil entrou em contato com a assessoria de imprensa da GM, que ainda não se pronunciou.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

São Paulo continua vacinando adolescentes entre 12 e 17 anos

Na capital paulista, são quase 850 mil pessoas nessa faixa etária e mais 86% já receberam a primeira dose da vacina.Para se vacinar, os adolescentes precisam estar acompanhados de um responsável.

Baixar arquivo
Saúde

Eduardo Paes flexibiliza medidas de restrição no Rio de Janeiro

O decreto publicado nesta sexta-feira (17) no Diário Oficial do município autoriza eventos em ginásios e estádios com 50% da capacidade total de público, desde que todos estejam com o esquema vacinal completo contra a covid-19.

Baixar arquivo
Geral

Polícia e MP fazem operação contra traficantes que criaram "delivery"

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro realizam, nesta sexta-feira, uma operação contra traficantes, que criaram um serviço de delivery para venda de drogas em áreas nobres da Barra da Tijuca e da Zona Sul carioca.

Baixar arquivo
Saúde

Rio volta a suspender aplicação da CoronaVac

A decisão, que entrou em vigor nesta sexta-feira (17), foi anunciada pela Secretaria Municipal de Saúde, que aguarda agora a liberação de um lote com 166 mil vacinas, suspenso de forma cautelar pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Baixar arquivo
Esportes

CRB e Vasco ficam no empate pela Série B

CRB e Vasco empataram em 1 a 1. Cruzeiro e Operário (PR) também ficaram no 1 a 1. O Remo venceu o Avaí por 2 a 1.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde muda recomendação sobre vacinação de adolescentes

Porém, os conselhos que representam os secretários estaduais e municipais de Saúde defenderam a continuidade da vacinação na faixa etária de 12 a 17 anos e disseram que não foram consultados sobre a mudança. Para eles, a decisão não tem base técnica e científica, e coloca em risco a principal ação de controle da pandemia, que é a vacinação.

Baixar arquivo