Estado de Calamidade Pública Financeira no Rio de Janeiro é prorrogado

Enquanto vigora, governador não precisa observar limite de gastos

Publicado em 10/12/2020 - 15:30 Por Lígia Souto - Rio de Janeiro

A prorrogação até 31 de dezembro do ano que vem do Estado de Calamidade Pública Financeira no Rio de Janeiro passou pela Assembleia Legislativa, em discussão única. Agora, o projeto segue para sanção ou veto do governador em exercício, Cláudio Castro.

A medida, no âmbito da administração financeira, foi decretada em junho de 2016. Inicialmente previsto para durar apenas um ano, o estado de calamidade já foi estendido outras três vezes.

Enquanto vigora, o governo estadual não precisa observar alguns limites de endividamento e de gastos com pessoal, determinados pela Lei de Responsabilidade Fiscal, assim como aumentar gastos e parcelar dívidas.

No entanto, a medida não isenta o governo de investir percentuais mínimos definidos pelas Constituições Federal e Estadual em áreas como Saúde e Educação, sob pena de acarretar irregularidades nas contas do governo.

O projeto de lei é dos deputados estaduais Lucinha, do PSDB, e Luiz Paulo, atualmente sem partido. O parlamentar, que preside a Comissão de Tributação da Alerj, ressaltou que a medida é indispensável.

Além do estado de calamidade pública no âmbito da administração financeira, vigora no Rio de Janeiro desde março, o estado de calamidade em virtude da pandemia de Covid-19. O decreto permite que o executivo possa descumprir leis de responsabilidade fiscal e também flexibiliza o orçamento do estado devido à crise provocada pelo novo coronavírus.

Edição: Joana Lima

Últimas notícias
Segurança

Perfis bloqueados no X por ordem judicial ainda fazem transmissões

Isso é o que diz um relatório parcial da Polícia Federal (PF) aberto para investigar o empresário norte-americano e dono do antigo Twitter, Elon Musk. Foi constatado ainda que os perfis interagem com usuários brasileiros.

Baixar arquivo
Justiça

E-mail indica que Samarco conhecia risco de colapso em Mariana

Um e-mail enviado por um ex-executivo da mineradora inglesa BHP ao conselho de administração da Samarco está sendo utilizado pela defesa dos atingidos pela tragédia de Mariana (MG) como prova de que a empresa sabia dos riscos de rompimento da barragem.

Baixar arquivo
Saúde

Mortes por dengue em 2024 já superam as do ano passado em 37%

São 1.601 óbitos confirmados neste ano. Outras 2 mil mortes estão em investigação, e o total de casos da doença já passa de 3,5 milhões.

Baixar arquivo
Cultura

Programação do aniversário de Brasília tem show de Alok neste sábado

O palco para a atração do DJ é em formato de pirâmide e tem quase 30 metros. O show dele deve ocorrer a partir das 21h30, mas antes disso já vai ter muita música por lá. 

Baixar arquivo
Justiça

Nunes Marques prorroga prazo para pagamento de dívida de MG com União

O ministro do Supremo Tribunal Federal prorrogou por mais 90 dias o prazo para Minas Gerais pagar a sua dívida com a União. Esse prazo se encerraria neste sábado (20).

Baixar arquivo
Geral

Governo recua e Petrobras pode pagar 50% de dividendos extraordinários

A decisão veio nessa sexta-feira (19), após reunião do Conselho de Administração da empresa e será levada à Assembleia Geral marcada para a próxima quinta, dia 25.

Baixar arquivo