Sindicato das escolas privadas de SP vai à Justiça por volta às aulas

Até agora, capital paulista só liberou ensino médio e superior

Publicado em 12/11/2020 - 21:03 Por Eliane Gonçalves - São Paulo

O Sindicato que representa as escolas particulares no estado de São Paulo, o SIEESP, entrou com uma ação civil pública pedindo que a Prefeitura da capital paulista libere a volta às aulas para estudantes de todos os níveis de ensino.

Nesse momento, apenas os estudantes do ensino médio puderam retomar as atividades curriculares presenciais – ainda assim com revezamento de alunos.

Estudantes de outras séries tanto do ensino fundamental quanto da educação infantil continuam com atividades curriculares à distância. Para eles, só as atividades extracurriculares, como aulas de idiomas, podem ser presenciais.

Para o presidente do SIEESP, Benjamim Ribeiro da Silva, como até o começo do ano que vem a pandemia do coronavírus ainda não vai estar controlada, é preciso retomar as atividades de todas as séries de forma híbrida, ou seja, parte presencial e parte com ensino à distância.

A pressão das escolas particulares também está associada à crise que o setor vem enfrentando. Só na educação infantil, que reúne os estabelecimentos que atendem as crianças de 0 a 5 anos, 30% das empresas faliram e não vão reabrir as portas quando passar a pandemia. Nos momentos mais críticos, a perda de faturamento de todo o setor chegou a 90%.

A ação foi protocolada na quarta-feira e ainda não há uma decisão da justiça. Questionado sobre a possibilidade de retomar as atividades, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que deve anunciar uma posição na próxima semana, quando vão ser divulgados os resultados do novo inquérito epidemiológico que está sendo feito pela secretaria municipal de saúde junto a estudantes e professores da rede pública. As escolas públicas atendem em média 85% dos estudantes na capital paulista.

Últimas notícias
Justiça

Alagoas: Ministério Público realiza operação contra fraude tributária

Uma operação investiga empresas de fachada que emitiram R$ 76 milhões em notas fiscais falsas. Ao todo cinco empresas estão sendo investigadas por fraude fiscal em São Paulo e Alagoas.

Baixar arquivo
Esportes

Libertadores: Atlhetico-PR enfrenta o Estudiantes nesta quinta-feira

Se quiser manter viva a chance de conquistar a Libertadores pela primeira vez e levantar novamente o caneco da Copa do Brasil, o Furacão vai ter que passar por adversários difíceis.

Baixar arquivo
Educação

Superdotação: desafio é identificar pessoas com altas habilidades

O dia 10 de agosto é o dia Mundial da Superdotação. No Brasil, mais de 24 mil crianças foram identificadas como superdotadas. Mas esse número pode ser muito maior.

Baixar arquivo
Cultura

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro ocorre nesta quarta-feira

A 21ª edição também marca o retorno da festa presencial, já que em 2020 e no ano passado foi realizada virtualmente por causa da pandemia de covid-19.

Baixar arquivo
Esportes

Começa a etapa regional, de Brasília, das Paralimpíadas Escolares 2022

Etapa nacional das Paralimpíadas Escolares começa dia 23 de novembro, em São Paulo. Os estudantes podem participar de 24 modalidades como basquete em cadeiras de rodas, parabadminton e Golbol.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Santa Catarina: ciclone extratropical deixa estragos em várias cidades

O fenômeno causou rajadas de vento de cerca de 90 quilômetros por hora. Algumas cidades, como a capital Florianópolis, registraram precipitação de quase 200 milímetros nas últimas 24 horas.

Baixar arquivo