Camilo Santana se posiciona contra teto de gastos para educação

Publicado em 18/06/2024 - 09:05 Por Ana Lúcia Caldas - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O ministro Camilo Santana afirmou, nessa segunda-feira, que o Brasil não pode aplicar um teto de gastos para a área da educação. Segundo ele, "é preciso melhorar a qualidade da aplicação dos recursos públicos na área".

Ao participar de um encontro da Unesco, em Paris, Camilo Santana defendeu a necessidade de ampliar os investimentos na educação básica buscando resultado e metas para estados e municípios. Segundo o ministro, o Brasil é o terceiro, entre 41 países, com o menor orçamento para educação básica. A base para a informação foi um levantamento feito pela OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Camilo Santana disse que nunca foi procurado para discutir a redução dos recursos do Ministério e se disse a favor de ampliar recursos para a educação. O ministro Camilo Santana citou uma fala do presidente Lula de que "despesa em educação não pode ser vista como gasto e sim como investimento".

Na semana passada, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, defendeu a aceleração de uma agenda de revisão dos gastos públicos. Também o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, confirmou que há discussões nesse sentido. No entanto, não há nenhuma definição para anuncio de cortes.

Edição: Sâmia Mendes/Edgard Matsuki

Últimas notícias
Economia

PL das Blusinhas: compras até U$ 50 passam a ser taxadas em agosto

Prazo é para que plataformas e consumidores se adequem. As compras de até U$ 50 dólares vão pagar 20% de tarifa. Já as compras a partir de U$ 50,01 até U$ 3 mil, vão pagar a taxa de importação progressiva de 60%.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

STF garante atendimento a pessoas trans no Sistema Único de Saúde

Julgamento virtual termina nesta sexta-feira (28), mas Suprema Corte já formou maioria sobre o assunto. Com a decisão, consultas e exames de todas as especialidades nos hospitais públicos devem ser realizados, independentemente do registro oficial do sexo biológico.

Baixar arquivo
Cultura

Matracas e pandeirões celebram São Pedro e São Marçal, no Maranhão

Festejos começam na madrugada deste sábado (29) e seguem por todo o final de semana, unindo cultura e religiosidade. No  domingo, 30 de junho, Dia Nacional do Bumba Meu Boi, milhares de pessoas e brincantes se reúnem no tradicional encontro dos batalhões de bois de matraca

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro anuncia protocolo de calor

O Centro de Operações Rio vai divulgar para a população o índice “Nível de Calor - NC”. A classificação terá cinco níveis de risco.

Baixar arquivo
Cultura

Os Bois estão no Bumbódromo: começa 57º Festival de Parintins

O espetáculo é encenado durante três dias pelos Bois Garantido e Caprichoso. O Garantido traz o tema  “Segredos do Coração”, que vai falar da origem da vida, da ancestralidade e da preservação da Amazônia. Já o Caprichoso, traz como tema “Cultura , o triunfo de um povo” e as toadas falam da Amazônia e da ancestralidade.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

13 mil casais homoafetivos se casaram no Brasil em 2023

Nos cinco primeiros meses deste ano já foram cinco mil uniões. Julia Santos Ferreira, que se casou em abril, conta que, pra ela “foi incrível, um ato de amor e uma forma de gritar o que há muito tempo ficava calado”.

Baixar arquivo