Brasil tem 22 cidades entre as 50 mais violentas do mundo

Publicado em 07/05/2015 - 15:43 Por Tâmara Freire - Rio de Janeiro

Das 50 cidades com as maiores taxas de homicídio do mundo, 22 são brasileiras. Em Ananindeua, no Pará, cidade onde mais se mata no Brasil,  e a sexta no mundo, são 125 mortes a cada cem mil habitantes.

 

Esse índice é 17 vezes maior do que a taxa mundial que fica abaixo de sete. A pesquisadora do Instituto Igarapé, Renata Gianinni, afirma que o mundo vive uma epidemia de homicídios mas que a situação é ainda mais dramática do lado de cá do globo.

 

Gianinni é a coordenadora do projeto Observatório de Homicídios, uma plataforma online que mostra dados oficiais de homicídios de todos os países do mundo. Com os mais de 56 mil assassinatos cometidos em 2012, o Brasil chegou a um índice de 29 mortes a cada cem mil habitantes. Em números absolutos, mata-se mais no Brasil do que na Índia, na Nigéria e no México.

 

Mais da metade das vítimas brasileira eram jovens com idades entre 15 e 29 anos. Alagoas é o estado onde se registrou a maior taxa e depois de Ananindeua, as cidades de Serra, no Espírito Santo, Fortaleza, no Ceará, João Pessoa, na Paraíba e Cariacica, também no Espírito Santo, completam a lista de cinco cidades mais violentas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo