Justiça determina distribuição de cestas básicas a indígenas no Pará

O fornecimento deve ocorrer enquanto durar a pandemia da Covid-19

Publicado em 09/09/2020 - 10:54 Por Renata Martins - Brasília

A justiça federal determinou que a Funai e a Conab, que é a Companhia Nacional de Abastecimento, distribuam cestas básicas e kits de higiene para indígenas do médio Xingu, no Pará.

O fornecimento deve ser mensal enquanto durar a pandemia da Covid-19.

A medida vale inclusive para comunidades não-aldeadas, indígenas urbanos e os migrantes do povo Warao, da Venezuela, que estão na região de Altamira, São Félix do Xingu e também na BR-230 – a rodovia Transamazônica.

A decisão liminar atende pedido do Ministério Público Federal, que justifica a demanda em razão dos sérios risco à saúde desses povos.

Segundo o MPF, lideranças indígenas relatam que não há garantias de que haja alimento suficiente aos povos do médio Xingu e ainda que as condições de higiene não são adequadas para controle do coronavírus.

De acordo com a sentença, a União fica obrigada a apresentar, no prazo de sete dias, o cronograma para o atendimento das necessidades dos indígenas com datas específicas de entrega.

A Advocacia-Geral da União informou que ainda não foi intimada.

Segundo a Secretária Nacional de Saúde Indígena há 399 mortes e mais de 24 mil casos confirmados de coronavírus em indígenas no país.

 

*O texto e o áudio foram alterados para inclusão de nota da Funai

"A respeito das matérias veiculadas na imprensa sobre a decisão da Justiça Federal em Altamira (PA) da última sexta-feira (04), que ordena o fornecimento de cestas básicas e kits de higiene a todos os indígenas do médio Xingu enquanto durar a pandemia, a Fundação Nacional do Índio (Funai) vem a público prestar os seguintes esclarecimentos: Inicialmente, a Funai informa que cumprirá a decisão citada, tão logo o juiz esclareça o critério de identificação de não-aldeados e urbanos e se o artigo 231 da Constituição contempla auxílio a todo e qualquer indígena estrangeiro que adentre o território brasileiro. Cabe informar ainda que, desde o início da pandemia, a Coordenação Regional (CR) Centro Leste do Pará vem distribuindo cestas de alimentos a aldeias do médio Xingu. Já foram entregues mais de 5,5 mil cestas de alimentos a indígenas em situação de vulnerabilidade social. Além disso, a Funai distribuiu cerca de 1 mil kits de higiene e limpeza a diferentes comunidades da região. No momento, está em fase de conclusão a entrega de outras 3,1 mil cestas básicas e 1,5 mil kits a aproximadamente 1.586 famílias indígenas do médio Xingu. Cerca de R$ 340 mil foram investidos na ação, que conta com o apoio logístico de parceiros como a Norte Energia e o Exército. Além de trabalhar na garantia da segurança alimentar das etnias da região, os servidores da Funai vêm atuando também na conscientização junto aos indígenas, reforçando as medidas de prevenção e orientando para que eles evitem aglomerações e permaneçam nas aldeias. Em todo o país, a fundação já distribuiu mais de 418 mil cestas básicas. Ainda no mês de março, a Funai já havia suspendido as autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, participa de 311 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios. Ao todo, a Funai já investiu cerca de R$ 28 milhões no enfrentamento ao novo coronavírus." Assessoria de Comunicação / Funai

Edição: Sâmia Mendes

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Campanha Respeitável Circo vai garantir serviços públicos aos artistas

Agora, com um cartão nacional de saúde específico para a população circense,a comunidade poderá ser atendida em qualquer unidade de saúde do país. Já o Ministério da Educação prepara uma cartilha para orientar estados e municípios sobre a oferta de ensino.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Estudo da Rede Clima mostra que o país pode evitar o desmatamento

Um estudo da Rede Clima  estima que o Brasil pode evitar o desmatamento de 10 milhões de hectares de floresta Amazônica. Para isso, o país deve investir R$1,45 bilhão em 20 anos.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz aponta estabilidade em casos de síndrome respiratória grave

O coordenador do Infogripe, Marcelo Gomes, afirma que o país vive o melhor momento desde o início da pandemia, mas avalia, no entanto, que ainda é preciso ter cautela. Isso porque esses valores ainda não representam um nível de segurança epidemiológico.

Baixar arquivo
Geral

Quase 15 mil pessoas sofrem com a salinização do rio Amazonas no Amapá

Com a situação de emergência no Arquipélago do Bailique, a Secretaria de Mobilização e Participação Popular de Macapá iniciou uma campanha para arrecadação de água potável para as 54 comunidades que vivem no local.

Baixar arquivo
Política

STF derruba artigos da reforma trabalhista que restringiam gratuidade

Por maioria de votos, o Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucionais dispositivos da reforma trabalhista de 2017 que determinaram o pagamento de honorários periciais e sucumbenciais por beneficiários da justiça gratuita.

Baixar arquivo
Saúde

Antecipação da vacina da Pfizer acende alerta para validade das doses

O problema é que muitas pessoas que, pela previsão inicial, tomariam a segunda dose em novembro, não estão comparecendo.

Baixar arquivo