Tecnologia 5G pode ser até 100 vezes mais rápida que conexões 4G

Publicado em 10/11/2021 - 14:14 Por Cláudio Lobato - Repórter da Rede Cultura de Rádio, para a Rádio Nacional - Belém

O 5G, nova tecnologia de conexão móvel, começará a chegar ao Brasil em 2022 – primeiro nas grandes cidades e, ao longo do tempo, nos demais municípios do país. De imediato, as pessoas que se conectarem na rede irão experimentar uma velocidade maior para baixar e enviar arquivos pelo celular e menos atraso em videochamadas. Isso porque o 5G pode ser até 100 vezes mais rápido do que as conexões 4G e terá a chamada baixa latência - um tempo mínimo de resposta, responsável pelo delay, ou atraso, que acontece em ligações. O doutor em computação, operador da LGPD na esfera federal, Allan Douglas Costa, explica o que é o 5G e qual a sua principal vantagem.

A evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperado que tudo funcione de forma mais rápida e estável. O 5G pode revolucionar o próprio smartphone, já que as altas velocidades permitiriam que muitas tarefas deixassem de ser processadas no chip do aparelho e passassem a acontecer na nuvem, pegando emprestado a potência dos computadores. O mesmo pode acontecer com acessórios médicos, como pulseiras e relógios conectados. O doutor em computação, Allan Douglas Costa, enumera algumas aplicações melhoradas com a nova tecnologia.

Em termos práticos e do dia a dia, as videochamadas devem se tornar mais claras. A experiência de jogos online também deve ser aprimorada. As transmissões de vídeo ao vivo devem travar menos e perder sinal em meio a uma multidão será mais raro. As operadoras geralmente não oferecem acesso exclusivo a um tipo de tecnologia de rede, mas cobram pela franquia de dados utilizada: quanto mais se navega, mais se paga.

As empresas ainda não definiram se haverá reajustes nos preços em seus pacotes, pois ainda vão levar meses até que a tecnologia esteja disponível.
 

Edição: Nathália Mendes

Últimas notícias
Economia

Carros para taxistas e pessoas com deficiência terão novas isenções

O sistema que prevê isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados, o IPI, na compra de veículos novos de até 2 mil cilindradas por taxistas e pessoas com deficiência passou por mudanças e começa 2022 com regras revisadas. 

Baixar arquivo
Economia

Turismo arrecadou em novembro de 2021 quase 20% a mais que em 2020

Pesquisa do Conselho de Turismo da Fecomercio-SP, com base nos dados do IBGE, aponta que o turismo nacional faturou cerca de R$ 14 bilhões em novembro, aumento de 19,3% em relação ao mesmo período de 2020.

Baixar arquivo
Economia

RJ vai investir R$100 milhões em infraestrutura turística nas cidades

Entre as obras previstas estão construção, revitalização e reforma de infraestrutura urbana para adequação de espaços de interesse turístico, tais como saneamento básico, terminais rodoviários, fluviais e marítimos, entre outros.

Baixar arquivo
Educação

Sisu e Prouni abrem inscrições em fevereiro; Fies, em março

As inscrições para o Sisu começam no dia 15 de fevereiro, para o ProUni no dia 22 de fevereiro e dia 11 de março para o Fies.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

31 barragens estão em estado de emergência em Minas Gerais

A previsão de novas chuvas reacende a preocupação sobre a situação das barragens espalhadas por Minas, algumas delas em estado crítico com chance de rompimentos e acidentes.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Em 2021, a Terra teve a 6ª maior temperatura já medida na história

O dado é resultado de análises independentes feitas pela Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, e pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica. Os cientistas usam o período de 1951 a 1980 como referência para medir a variação da temperatura global ao longo do tempo.

Baixar arquivo