Tecnologia 5G pode ser até 100 vezes mais rápida que conexões 4G

Publicado em 10/11/2021 - 14:14 Por Cláudio Lobato - Repórter da Rede Cultura de Rádio, para a Rádio Nacional - Belém

O 5G, nova tecnologia de conexão móvel, começará a chegar ao Brasil em 2022 – primeiro nas grandes cidades e, ao longo do tempo, nos demais municípios do país. De imediato, as pessoas que se conectarem na rede irão experimentar uma velocidade maior para baixar e enviar arquivos pelo celular e menos atraso em videochamadas. Isso porque o 5G pode ser até 100 vezes mais rápido do que as conexões 4G e terá a chamada baixa latência - um tempo mínimo de resposta, responsável pelo delay, ou atraso, que acontece em ligações. O doutor em computação, operador da LGPD na esfera federal, Allan Douglas Costa, explica o que é o 5G e qual a sua principal vantagem.

A evolução da rede vai permitir conectar muitos objetos à internet ao mesmo tempo: celular, carro, semáforo, relógio. Tudo isso já pode ser ligado ao 4G, mas é esperado que tudo funcione de forma mais rápida e estável. O 5G pode revolucionar o próprio smartphone, já que as altas velocidades permitiriam que muitas tarefas deixassem de ser processadas no chip do aparelho e passassem a acontecer na nuvem, pegando emprestado a potência dos computadores. O mesmo pode acontecer com acessórios médicos, como pulseiras e relógios conectados. O doutor em computação, Allan Douglas Costa, enumera algumas aplicações melhoradas com a nova tecnologia.

Em termos práticos e do dia a dia, as videochamadas devem se tornar mais claras. A experiência de jogos online também deve ser aprimorada. As transmissões de vídeo ao vivo devem travar menos e perder sinal em meio a uma multidão será mais raro. As operadoras geralmente não oferecem acesso exclusivo a um tipo de tecnologia de rede, mas cobram pela franquia de dados utilizada: quanto mais se navega, mais se paga.

As empresas ainda não definiram se haverá reajustes nos preços em seus pacotes, pois ainda vão levar meses até que a tecnologia esteja disponível.
 

Edição: Nathália Mendes

Últimas notícias
Internacional

Estudo sugere que Brasil diversifique parcerias no setor de defesa

Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) sugere que o Brasil reduza o peso dos Estados Unidos no setor de defesa e aumente parcerias com outras potências.

Baixar arquivo
Saúde

Dia D mobiliza o país contra focos do mosquito transmissor da dengue

Hoje (2) é o Dia D de mobilização contra a dengue em todo o país. O mutirão nacional, realizado pelo Ministério da Saúde, reúne as três esferas de governo, e chama toda a população para reforçar as ações de prevenção e eliminação dos focos do mosquito transmissor da doença.

Baixar arquivo
Geral

Mega Sena sorteia R$185 milhões neste sábado

Ainda dá tempo de fazer uma “fezinha” e tentar faturar o prêmio de R$185 milhões da Mega Sena, que acumulou mais uma vez nesta semana.

Baixar arquivo
Cultura

Choro é reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil

Representado por músicas como Carinhoso, de Pixinguinha, e Brasileirinho, de Waldir Azevedo, entre tantas outras, o choro é um gênero genuinamente brasileiro. E, para o músico Marcio Marinho, talvez seja o gênero que "dê mais fisionomia" ao nosso povo

Baixar arquivo
Saúde

Rio convoca responsáveis para vacinação de crianças contra a dengue

Cidade aplicou até agora mais de 25 mil doses, o que corresponde a menos de 20% das 140 mil recebidas. Secretaria antecipou vacinação das crianças de 11 anos, por causa da baixa procura pelo imunizante 

Baixar arquivo
Economia

Haddad comemora crescimento do PIB acima do esperado

Segundo ministro, a expectativa do governo é que, em 2024, o crescimento fique em 2,2%. Para ele, o desafio atual é incentivar os investimentos

Baixar arquivo