Forças Armadas terão R$ 140 milhões para ações em terras indígenas

Publicado em 02/08/2023 - 10:28 Por Renato Ribeiro - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Mais de R$ 140 milhões foram liberados para atuação das Forças Armadas em ações emergenciais em terras indígenas.

A medida provisória, que destina os recursos, foi assinada pelo presidente Lula e publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (2). 

Em 2023, 111 garimpeiros ilegais da Terra Indígenas Yanomami, foram tirados de Roraima, com redução de aproximadamente 95% nas atividades de exploração. 

Nos últimos 40 dias, 83 pessoas foram presas. Somente na região de Homoxi, por exemplo, mais de 15 garimpeiros ilegais foram detidos.

As ações fazem parte da Operação Ágata Fronteira Norte, que começou em janeiro deste ano, e reúne Forças Armadas, agências e órgãos de Segurança Pública. 

Os agentes atuam nas Terras Indígenas Yanomami em demandas sanitárias, ajuda humanitária e no combate a crimes transfronteiriços e ambientais, em Roraima.

Nessa segunda-feira (31), três garimpeiros ilegais venezuelanos foram presos. Eles estavam em barco que tentou furar um bloqueio que controla a entrada e a saída de embarcações, no Rio Uraricoera, na região de Palimú, em Roraima. 

O trio foi levado à sede da Superintendência da Polícia Federal, em Boa Vista.

Edição: Sâmia Mendes/ Renata Batista

Últimas notícias
Eleições 2020

Barco com corpos à deriva é encontrado no litoral do Pará

O inquérito está sob a responsabilidade da Polícia Federal no Pará que enviou equipes para a região.  

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério da Saúde inicia Mês de Vacinação dos Povos Indígenas

O Ministério da Saúde inicia neste sábado, 13, o mês de vacinação dos povos indígenas. A proposta é intensificar a imunização em territórios indígenas, ampliando a cobertura vacinal, sobretudo em áreas de difícil acesso.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Ministério dos Esportes condena atos de racismo a alunos do DF

O Ministério dos Esportes condenou, neste sábado, os ataques racistas sofridos por estudantes no Distrito Federal. Alunos foram chamados de “macaco”, “filho de empregada” e “pobrinho” durante uma partida de futebol de salão entre colégios de Brasília. O caso aconteceu em três de abril e veio à tona, nesta semana.

Baixar arquivo
Internacional

Lula visitará Colômbia para fortalecer laços comerciais

A Colômbia é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil, atrás apenas dos Estados Unidos e da China.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo garante amparo a gestantes em cargos públicos provisórios

Mulheres que trabalham na administração pública em cargo em comissão ou são contratadas por tempo determinado têm garantido o direito à licença-maternidade e à estabilidade provisória.

Baixar arquivo
Geral

Inmet alerta para risco de chuvas intensas pelo Brasil

A previsão é de acumulados de chuva variando entre 30 e 60 milímetros por hora ou entre 50 e 100 milímetros por dia,

Baixar arquivo