Greve de trens e metrô em SP muda rotina da cidade

Publicado em 28/11/2023 - 15:57 Por Nelson Lin - Repórter da Rádio Nacional - São Paulo

A greve unificada de trabalhadores de trem, metrô, do saneamento básico, além de professores da rede estadual mudou a rotina de muita gente nesta terça feira (28).

Às 10 horas da manhã, mais de 50% das vias monitoradas pela CET estavam congestionadas.  

O provão paulista, prova que avalia a qualidade de ensino da rede estadual, que seria hoje, foi adiado para amanhã.  

Diversas linhas de trem e metro estão funcionando de forma parcial e com maior tempo de intervalo entre as estações. 

No centro da capital paulista, pouca gente nas ruas. Porque as pessoas se programaram para não sair de sua casa ou não porque conseguiram chegar.  

Lembrando que o governo do estado e a prefeitura decretaram ponto facultativo nesta terça, e muitos órgãos e secretarias ficam aqui no centro da capital. 

O ambulante Fernando Medina, que costuma trabalhar na frente da estação Santa Cecilia, no centro de São Paulo, reclamou do baixo movimento na manhã desta terça. 

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, disse que a greve não tem pauta trabalhista e que irá prosseguir com os processos de privatizações

No entanto, o diretor do sindicato dos metroviários Dagnaldo Gonçalves, falou que as privatizações envolvem perda de direitos por parte dos trabalhadores, demissões, além da piora na qualidade do serviço prestado à população.

À tarde está prevista uma manifestação das diversas categorias de trabalhadores em greve na frente da Assembleia Legislativa de São Paulo, como forma de pressionar os deputados estaduais a revogarem o processo de privatização da Sabesp e das linhas de trem e metrô; além de derrubarem a proposta de diminuição na verba da educação proposta pelo governo do estado. 

 

Edição: Sâmia Mendes / Alessandra Esteves

Últimas notícias
Segurança

Exército conclui investigação do furto de 21 metralhadoras

Militares e civis acusados pelo sumiço das armas foram indiciados. Eles foram responsabilizados por furto, peculato, receptação e extravio das armas.

Baixar arquivo
Segurança

Governo de São Paulo substitui mais de 30 coronéis da PM

Mudanças acontecem em meio a um cenário de questionamentos sobre a Operação Verão, que acontece na Baixada Santista. A operação já deixou 32 mortos, número que tem chamado a atenção de entidades de direitos humanos, como a Defensoria Pública de São Paulo

Baixar arquivo
Pesquisa e Inovação

Algoritmo pode agilizar distribuição de pacientes em leito hospitalar

O sistema ainda está em fase de testes e será aperfeiçoado para ser utilizado tanto na rede privada quanto pública. 

Baixar arquivo
Saúde

Rio de Janeiro deve receber vacinas contra dengue ainda hoje (22)

O público alvo desta remessa está na área que abrange a capital e municípios da Baixada Fluminense. As vacinas chegam logo após o governo decretar epidemia de dengue no estado

Baixar arquivo
Geral

Secretarias de Educação têm até domingo para aderir ao Pé-de-Meia

Os procedimentos devem ser feitos por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação, o Simec. 

Baixar arquivo
Geral

DPU recomenda câmeras corporais na captura dos 2 fugitivos em Mossoró

A defensora pública-chefe em Mossoró, Rogena Ximenes, argumentou, em ofício, que o Estado é responsável por garantir os direitos fundamentais daqueles que estão foragidos, independentemente das sentenças ou da repercussão criminal.

Baixar arquivo