Governo brasileiro repudia ataques contra civis na Faixa de Gaza

Publicado em 01/03/2024 - 11:24 Por Sayonara Moreno - repórter da Rádio Nacional - Brasília

Depois que as forças israelenses abriram fogo contra palestinos que aguardavam ajuda humanitária, na Faixa de Gaza, o governo brasileiro manifestou repúdio a qualquer ação contra alvos civis.

Em nota publicada nesta sexta-feira (1º), o Ministério de Relações Exteriores do Brasil considera a situação “intolerável” e que é preciso mais que apuração de responsabilidades pelos mais de cem mortos e 750 feridos. Na quinta-feira, as tropas de Israel atingiram, com armas de fogo, um grupo de palestinos que aguardavam o recebimento de ajuda humanitária em Gaza. O exército israelense alegou que os residentes cercaram os caminhões e saquearam os mantimentos, o que causou empurrões, pisoteamentos e atropelamentos dos moradores.

O governo brasileiro classificou as declarações das autoridades israelenses como “cínicas e ofensivas às vítimas do incidente” e criticou a “inação da comunidade internacional diante” do que chama de “tragédia humanitária”. Segundo o Brasil, isso incentiva o governo de Netanyahu a continuar a atingir civis e inocentes, em ações que “não têm nenhum limite ético ou legal”, como cita a nota.

O documento oficial ainda chama atenção para o assassinato dos mais de 30 mil palestinos, na Faixa de Gaza, desde os ataques do Hamas contra Israel, em 7 de outubro do ano passado. Na nota, o governo brasileiro diz que “é hora de evitar novos massacres” e presta solidariedade ao povo palestino. Também volta a pedir, com “absoluta urgência” um cessar-fogo, a entrada de ajuda humanitária em Gaza e a liberação dos reféns israelenses capturados pelo Hamas.

A nota do Itamaraty ainda lembra que a Corte Internacional de Justiça determinou, em janeiro, que Israel tome todas as medidas “para impedir a prática de todos os atos considerados como genocídio, de acordo com a Convenção para a Prevenção e a Repressão do Crime de Genocídio”.

 

Edição: Ana Lúcia Caldas / Liliane Farias

Últimas notícias
Justiça

Justiça condena empresa eólica a pagar indenização para morador no RN

O morador alega "barulho constante" provocado pela rotação do aerogerador e dano estrutural no imóvel residencial.

Baixar arquivo
Saúde

Mudanças climáticas agravam riscos de trabalhadores, diz OIT

Para a Organização Internacional do Trabalho, inúmeras condições de saúde dos trabalhadores estão associadas às mudanças climáticas, incluindo câncer, doenças vasculares, respiratórias, renais e de saúde mental.

Baixar arquivo
Economia

Governo lança programa de crédito e renegociação de dívidas

Uma das ações permite que microempreendedores individuais e pequenos e médios empresários negociem as dívidas e consigam crédito para melhorar os negócios.

Baixar arquivo
Justiça

STF dá 5 dias para X se manifestar sobre descumprir ordens judiciais

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu um prazo de cinco dias para que os representantes da rede social X, antigo Twitter, se manifestem sobre descumprimentos de ordem judicial nos perfis de contas bloqueadas na plataforma.

Baixar arquivo
Saúde

Saúde óssea depende de exercícios regulares, defende médico do INTO

Além de provocar sensação de bem-estar, elevar a autoestima e trazer melhorias para as relações sociais, a prática regular de atividade física tem um papel fundamental para a saúde óssea e muscular.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores desenvolvem fármacos para tratamento de doenças crônicas

Pesquisadores brasileiros investem em pesquisa e na produção de novos fármacos, que podem ajudar no tratamento de pacientes que lutam contra doenças crônicas.

Baixar arquivo