Celso de Mello retira sigilo de vídeo da reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros

Bolsonaro e ministros

Publicado em 22/05/2020 - 18:42 Por Victor Ribeiro - Brasília

O ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello levantou parcialmente o sigilo do vídeo que registrou a reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros no dia 22 de abril. A decisão foi divulgada no fim da tarde desta sexta-feira, e só manteve o sigilo sobre os trechos que tratam de relações internacionais, por motivo de segurança nacional.


A gravação é considerada prova do inquérito aberto a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, para apurar as declarações do ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Ao se demitir, Moro disse que Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na Polícia Federal.


Em uma transmissão ao vivo nas redes sociais nessa quinta-feira, Jair Bolsonaro disse que o vídeo provaria exatamente o contrário.


Moro defendeu a divulgação da íntegra do vídeo, com cerca de duas horas de duração. A Advocacia-Geral da União sugeriu que o relator divulgasse apenas os trechos em que Bolsonaro falou, que seriam cerca de 20 minutos. E a Procuradoria-Geral da República pediu a liberação apenas dos trechos que tivessem a ver com o inquérito.


Celso de Mello é o relator desse inquérito no Supremo. Na semana passada, o governo entregou a íntegra do vídeo à Polícia Federal, que exibiu as imagens para os delegados do caso, o ex-ministro Sergio Moro e os representantes da PGR e da AGU.


A decisão de Celso de Mello tem 55 páginas e a transcrição do vídeo, 75. Após a divulgação, dezenas de milhares de pessoas acessaram o portal do Supremo Tribunal Federal na internet e o site acabou saindo do ar.

Últimas notícias
Política

Corregedoria da Câmara de SP abre processo por racismo contra vereador

A relatora foi a vereadora Elaine Mineiro, do PSOL, que recomendou a cassação de Camilo Cristófaro, sem partido.

Baixar arquivo
Geral

SP: Polícia Civil analisa novas imagens de ônibus de dupla sertaneja

No último dia 7 de maio, o ônibus tombou e matou 6 pessoas, entre elas o do cantor Aleksandro, que fazia dupla com Conrado, na altura da cidade de Miracatu, no interior de São Paulo.

Baixar arquivo
Economia

Ministério da Economia prevê inflação de 7,9% para 2022

A Secretaria de Política Econômica justificou que o aumento dos preços dos alimentos, dos combustíveis e dos serviços fez a equipe do governo revisar para cima a previsão do IPCA para 2022.

Baixar arquivo
Saúde

Doação de leite humano só atende metade da demanda no Brasil

Dia Mundial de Doação de Leite Humano, celebrado nesta quinta-feira (19), é uma iniciativa para a proteção e promoção do aleitamento materno. 

Baixar arquivo
Política

Presidente da República almoça com embaixadores de 18 países no Rio

Como exemplo de situações de instabilidade mundial, que demonstram a segurança oferecida pelo Brasil, Jair Bolsonaro citou os riscos de desabastecimento que vários países vêm passando.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro: crimes contra a vida têm queda de 17%

Os dados são relativos aos primeiros quatro meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 1.025 vítimas, o menor número desde 1991.

Baixar arquivo