STJ suspende julgamento de recurso sobre concessão da Linha Amarela

Pedido de vista do ministro João Otávio de Noronha foi o motivo

Publicado em 22/10/2020 - 11:17 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu o julgamento em plenário do recurso que definiria o futuro da concessão da Linha Amarela, uma das principais vias expressas do Rio de Janeiro. O ministro João Otávio de Noronha pediu vista antecipada do processo.

Noronha justificou o pedido afirmando que foi procurado por advogados das duas partes, a prefeitura do Rio e a concessionária Lamsa, mas que ficou impossibilitado, pela agenda, de atendê-los.

O relator do processo, o ministro e presidente do tribunal, Humberto Martins, foi o único que votou. O relatório é pela manutenção da liminar concedida por ele próprio, que dá ao Executivo municipal o poder de retomar a administração da via.

A prefeitura alega que o contrato de concessão da Linha Amarela foi celebrado em 1994, mas sofreu prorrogações e aditivos que teriam causado desequilíbrio contratual grave. Inclusive gerando superfaturamento de obras viárias e também pela exclusão, em um dos aditivos, do fluxo de veículos como elemento da equação financeira.

De acordo com a prefeitura, além das tarifas exorbitantes cobradas aos motoristas, auditorias constataram que a concessionária foi responsável por prejuízo de mais de R$ 1,6 bilhão ao município.

As irregularidades fizeram com que a Câmara de Vereadores do Rio aprovasse, de forma unânime, projeto de lei autorizando a retomada pelo poder publico dos serviços da via.

Mas decisões liminares do Tribunal de Justiça do Estado mantiveram suspenso o procedimento de retomada por entender que a anulação do contrato com a concessionária Lamsa dependeria de indenização em dinheiro.

 

Edição: Lana Cristina

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pesquisa e Inovação

Uso de perfis robôs aumenta nas redes sociais

Muitas vezes são perfis automatizados que se passam por humanos para manipular o debate e roubar dados dos demais usuários. Mas como identificar esse tipo de perfil?

Baixar arquivo
Esportes

Atlético-MG empata em 1 a 1 com a Chapecoense

Campeonato Brasileiro: Atlético Mineiro empata com a Chapecoense, em 1 a 1, em jogo nessa segunda-feira (21). E hoje tem mais futebol, como conta Bruno Mendes.

Baixar arquivo
Economia

Câmara aprova desestatização da Eletrobras

O texto-base da medida foi aprovado por 258 votos a 136. A medida já havia sido aprovada pela Câmara, mas sofreu alterações no Senado na semana passada e, por isso, precisou passar por nova votação dos deputados.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Queiroga diz que adultos serão vacinados até setembro

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prometeu nesta segunda-feira vacinar toda população adulta contra o coronavírus com pelo menos uma dose até setembro. Nesta segunda-feira chegou a 501 mil o número de mortos pela covid -19.

Baixar arquivo
Política

Ministros do TSE esclarecem segurança da urna eletrônica a deputados

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral receberam durante a tarde um grupo de deputados federais que fazem parte da comissão especial que discute a Proposta de Emenda à Constituição do voto impresso. Eles conheceram detalhes do sistema de votação eletrônica.

Baixar arquivo
Saúde

Grávidas e puérperas já podem ser vacinadas no DF contra a covid-19

As grávidas e as mulheres que ainda estão no período de resguardo pós parto, de 45 dias -  as puérperas - já podem ser vacinadas no Distrito Federal contra a covd-19. Mas é preciso se cadastrar no sistema de agendamento da Secretaria de Saúde.

Baixar arquivo