Incêndios florestais: MS tem situação de emergência reconhecida

Mais de 12% do Pantanal já foram consumidos pelas chamas

Publicado em segunda-feira, 14 Setembro, 2020 - 21:32 Por Renata Martins - Brasília

O governo federal reconheceu a situação de emergência em Mato Grosso do Sul, por causa dos incêndios florestais.

A portaria foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União, horas depois do governo sul-mato-grossense decretar de situação de emergência ambiental por 90 dias.

As queimadas atingem todos os biomas do estado: Pantanal, Cerrado e Mata Atlântica.

O governador Reinaldo Azambuja explicou que o decreto flexibiliza normas e possibilita o recebimento de verba do governo federal.

O Pantanal enfrenta a maior seca dos últimos 50 anos, e teve mais de 12% de sua área consumida pelas chamas.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves, deu detalhes sobre a possibilidade do envio de brigadistas de outros estados para atuar no combate aos incêndios.

Também nessa segunda-feira, Mato Grosso decretou situação de emergência por causa dos incêndios florestais.

O governador Mauro Mendes destacou que a ação humana, combinada com as questões climáticas, potencializam os riscos de incêndio. O estado está há 100 dias sem chuva. A umidade relativa do ar em algumas regiões está abaixo de 10%. Ele falou sobre as medidas após o decreto de emergência.

Mato Grosso tem o maior número de focos de incêndio. Foram 32.230 só este ano, 39% a mais que o mesmo período do ano passado. Os dados são do Inpe – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

 

Ouça também:

Continua o combate a incêndios florestais na região do Pantanal

Queimadas já atingiram mais de 12% do Pantanal

Trilheiros localizam animais feridos pelos incêndios no Pantanal

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Direitos Humanos

Defensoria tenta libertar jovem preso no RJ por reconhecimento facial

Rapaz negro é acusado de roubo e chegou a ser absolvido na primeira instância, em razão da fragilidade da prova

Baixar arquivo
Economia

Consumidores devem ficar atentos ao custo do frete na Black Friday

As promoções são o chamariz da Black Friday. Mas digitar o CEP e ver o preço do frete e tempo de entrega pode desestimular muita gente.

Além de preços baixos, os consumidores também querem receber o produto com agilidade e sem precisar pagar demais por isso.

Baixar arquivo
Economia

Banco Mundial aprova empréstimo de US$ 1 bilhão para o Brasil

São recursos do Projeto de Apoio à Renda para os Pobres Afetados pela Covid-19. A ideia é ampliar o Bolsa Família e incluir 3 milhões de pessoas no programa de transferência de renda. O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que o governo estuda o uso desse empréstimo.

Baixar arquivo
Justiça

STF vai decidir se agrotóxicos podem continuar a ter isenção fiscal

O julgamento começou nessa sexta-feira e vai até dia 10 de novembro. Ele ocorre de forma virtual, por escrito. Até agora apenas o ministro Edson Fachin votou e a favor da cobrança. Ele citou diversos estudos que apontam para os riscos dos agrotóxicos para o meio ambiente e a saúde humana, e argumentou que o uso dessas substâncias não poderia ser incentivado pelo governo por meio de isenção fiscal.

Baixar arquivo
Economia

IBGE: Total de desempregados chega a 13,8 milhões de junho a agosto

O número de desempregados no trimestre terminado em agosto chegou a 13,8 milhões pessoas, segundo os dados da Pnad Contínua divulgados nesta sexta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IB

Baixar arquivo
Saúde

Defesa Civil interdita Bloco 1 do Hospital Federal de Bonsucesso

O prédio foi destruído por um incêndio da última terça-feira (27). Demais áreas do complexo hospitalar, na zona norte do Rio, estão liberadas

Baixar arquivo