Maia diz que vai descontar salário de deputado que faltar a sessão

Publicado em 20/07/2016 - 14:00 Por Priscilla Mazenotti - Brasília

Deputado que faltar às sessões de votação no segundo semestre sem justificativa vai ter o ponto cortado. É o que quer o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 

Ele disse que vai convocar sessões em agosto apenas três dias na semana, de segunda a quarta.

 

E, em setembro, o ritmo deve diminuir por causa das eleições municipais. Mas, segundo Maia, isso não é justificativa para ausências. 

Últimas notícias
Geral

Governo recua e Petrobras pode pagar 50% de dividendos extras

A decisão veio nessa sexta-feira (19), após reunião do Conselho de Administração da empresa e será levada à Assembleia Geral marcada para a próxima quinta, dia 25.

Baixar arquivo
Saúde

Covid-19: Brasil receberá mais 12,5 milhões de doses da vacina em maio

Esse lote é do imunizante mais atualizado, que também protege contra a variante XBB. Assim que chegar ao país, as vacinas serão distribuídas aos estados em até 12 dias.

Baixar arquivo
Geral

Tietasaura: nova espécie de dinossauro baiano é identificada

O espécime teria vivido no Recôncavo Baiano e foi batizado em homenagem ao romance de Jorge Amado. Os fósseis eram considerados perdidos, mas foram encontrados recentemente no Museu de História Natural de Londres. Ainda não há previsão de retorno para o Brasil.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Podcast Crianças Sabidas: 60 anos do golpe militar de 1964

A Radioagência Nacional lança o segundo episódio do podcast Crianças Sabidas, com jornalismo voltado para o público infantil. Neste episódio, 60 anos do golpe militar de 1964 , a jornalista Akemi Nitahara, que é autora da série de livros infantis Naomi e Anita, conta sobre o golpe e suas consequencias para o país por meio de músicas compostas na época. 

Baixar arquivo
Saúde

Anvisa decide pela proibição da venda de cigarros eletrônicos

De acordo com a Anvisa, estudos científicos mostram que os cigarros eletrônicos podem conter nicotina e liberam substâncias cancerígenas e tóxicas. Além disso, os dispositivos não são mais seguros que os cigarros convencionais.

Baixar arquivo
Geral

Rio de Janeiro será sede do Museu da Democracia

O Museu vai funcionar no prédio do atual Centro Cultural do Tribunal Superior Eleitoral, no centro da cidade. A concepção será feita pela Fundação Getúlio Vargas.

Baixar arquivo