Bolsonaro faz primeira visita ao novo presidente do STF, Luiz Fux

Encontro durou 45 minutos e ocorreu a portas fechadas

Publicado em 13/10/2020 - 21:02 Por Victor Ribeiro - Brasília

O presidente Jair Bolsonaro fez nessa terça-feira a primeira visita de cortesia ao novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. O encontro durou 45 minutos e ocorreu a portas fechadas, sem a presença de assessores ou ministros.

Na reunião, Fux apresentou a Bolsonaro as principais diretrizes para os dois anos de mandato como presidente do Poder Judiciário e destacou os eixos da gestão: a proteção dos direitos humanos e ao meio ambiente; a segurança jurídica para as operações econômicas; o combate à corrupção, ao crime organizado e à lavagem de dinheiro; e a digitalização da Justiça.

O encontro não constava da agenda dos presidentes do Executivo e do Judiciário, mas ocorreu a pedido de Jair Bolsonaro. O objetivo foi estabelecer o diálogo institucional e reforçar a harmonia entre os Poderes.

Foi a terceira vez este ano que Bolsonaro foi de surpresa até o Supremo. Na primeira, em maio, o presidente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e um grupo de empresários atravessaram a Praça dos Três Poderes a pé para visitar o então presidente da Corte, o ministro Dias Toffoli. Eles demonstraram preocupação com a crise econômica provocada pela pandemia da Covid-19.

E a segunda visita foi em setembro, quando Jair Bolsonaro prestigiou a sessão plenária que marcou a despedida de Toffoli da Presidência do Supremo.

Na semana passada, o plenário da Corte começou a julgar de que forma Bolsonaro poderá depor no inquérito que investiga se é verdade a declaração do ex-ministro da Justiça Sergio Moro de que o presidente teria tentado interferir politicamente na Polícia Federal. Existe a possibilidade de o depoimento ser presencial ou por escrito. Até agora, somente o relator, ministro Celso de Mello, votou, pelo interrogatório presencial.

A previsão é de retomar o julgamento esta semana, mas, antes, o plenário do Supremo Tribunal Federal vai julgar o pedido da defesa para soltar o traficante André do Rap.

Edição: Sumaia Villela

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Cultura

ONU anuncia mais 175 livros infantis para Clube de Leitura ODS

A ONU tem um desafio a ser cumprido até 2030: são os objetivos do desenvolvimento sustentável. E esse assunto também deve ser conhecido pelas crianças. Foram anunciadas as 175 obras escolhidas para aumentar o Clube de Leitura dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Baixar arquivo
Esportes

Atlético-MG recebe São Paulo neste domingo no Mineirão

Atlético-MG e São Paulo precisam concentrar forças para o Campeonato Brasileiro. Galo e Tricolor passaram por dificuldades nas duas primeiras rodadas e perderam pontos que podem ser preciosos no fim da competição.

Baixar arquivo
Geral

Ministério de Direitos Humanos lança campanha contra trabalho infantil

12 de junho é o Dia Internacional e Nacional de Combate ao Trabalho Infantil. No Brasil, é ilegal qualquer tipo de trabalho realizado por crianças ou adolescentes com menos de 16 anos, independentemente da finalidade ou remuneração.

Baixar arquivo
Geral

Criminoso mais procurado do Rio é morto em ação da Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro capturou neste sábado (12) Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, chefe da maior milícia em atividade do

Baixar arquivo
Esportes

Seleção venezuelana confirma 12 casos positivos para covid-19

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal informou que foi notificada pela Confederação Sul-americana de Futebol, a Conmebol, nessa sexta-feira (12), de que 12 integrantes da seleção venezuelana de futebol, entre

Baixar arquivo
Geral

Queiroga diz que todos os brasileiros devem ser vacinados este ano

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assegurou neste sábado (12), que todos os brasileiros com mais de 18 anos deverão estar vacinados contra a covid-19 até o final deste ano.

Baixar arquivo