Lula e Blinken concordam com a criação de um Estado Palestino

Publicado em 21/02/2024 - 19:45 Por Daniella Longuinho - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

Em meio ao desgaste diplomático entre Brasil e Israel, o presidente Lula recebeu, nesta quarta-feira (21), o secretário de Estado dos Estados Unidos, Anthony Blinken, no Palácio do Planalto, em Brasília. A reunião já estava agendada porque Blinken veio ao Brasil para o encontro de ministros de relações exteriores de países membros do G-20, que ocorre no Rio de Janeiro.

O secretário norte-americano disse que a reunião com Lula foi ótima e que os Estados Unidos e o Brasil estão trabalhando juntos bilateralmente, regionalmente e mundialmente. Ele agradeceu a amizade entre os dois países e destacou que a parceria é muito importante.

De acordo com o governo brasileiro, o presidente Lula mencionou no encontro o desejo pela paz e o fim dos conflitos na Ucrânia e na Faixa de Gaza. Ainda sobre Gaza, os dois “concordaram com a necessidade de criação de um Estado Palestino”.

Também foram tratados, segundo o governo, parcerias com outros países, apoio dos Estados Unidos à presidência do Brasil no G-20, e também cooperação entre as duas nações.

Diante da crise diplomática entre Brasil e Israel, vale lembrar que os EUA apoiam Israel declaradamente, em relação aos ataques na Faixa de Gaza, desde que o Hamas atentou contra os israelenses, em outubro do ano passado.

O Ministro de Relações Internacionais do Brasil, Mauro Vieira, não viu com bons olhos as reações de Israel, após a fala do presidente Lula sobre as ações israelenses na região, onde já morreram mais de 28 mil palestinos e mais de um milhão foram deslocados de forma forçada. Lula classificou as ações como um “genocídio” e disse que só aconteceu algo parecido na Alemanha de Hitler.

Mauro Vieira disse que as atitudes de Israel são “inaceitáveis” e uma "vergonhosa página da diplomacia” do país. O ministro brasileiro disse que o chanceler de Israel distorceu as falas de Lula para “tirar proveito”, “tentar semear divisões” e buscar “aumentar sua visibilidade no Brasil” como forma de encobrir o problema que ele chama de “massacre em curso em Gaza”.

Diante disso, o embaixador do Brasil em Israel, Frederico Meyer, foi convocado por Mauro Vieira para uma conversa pessoalmente, no Rio de Janeiro. O Itamaraty confirmou que a reunião deve ocorrer conforme a agenda do ministro, já que Vieira é o anfitrião do encontro de chanceleres do G-20, na capital fluminense.

Edição: Bianca Paiva / Pedro Lacerda

Últimas notícias
Geral

Inmet prevê frente fria no Sul do Brasil nos próximos dias

Em São Paulo, a temperatura vai cair, também, a partir desta quinta (18), com chance de chuvas e alagamentos.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Répteis de solo arenoso serão extintos com aumento de temperaturas

É o que aponta um estudo do Instituto de Biologia da Unicamp Universidade Estadual de Campinas. O resultado da análise mostra que, em 2040, mesmo com níveis moderados de gases de efeito estufa, o lagarto do rabo vermelho vai deixar de existir.

Baixar arquivo
Educação

Aluna que sofreu bullying será indenizada em R$ 10 mil

Uma aluna de uma escola pública de Atibaia, no interior paulista, vai ser indenizada após sofrer bullying e o Estado de São Paulo vai ter que pagar R$ 10 mil à estudante.

Baixar arquivo
Direitos Humanos

Governo deve comprar 20 propriedades para reforma agrária em abril

O governo federal vai comprar as primeiras vinte propriedades para reforma agrária pelo programa Terra da Gente agora em abril.

Baixar arquivo
Meio Ambiente

Claudecy Oliveira terá que pagar R$ 5 bilhões em multas ambientais

Pecuarista é acusado de ter gastado mais de R$ 25 milhões em ações de desmate químico, no Pantanal mato-grossense. O desmatamento ilegal teria provocado a morte de árvores em pelo menos sete imóveis rurais, com a destruição de vegetação de área de preservação permanente e da biodiversidade.

Baixar arquivo
Justiça

Tornozeleira eletrônica é recomendada para agressores contra a mulher

A ideia é garantir o efeito das medidas protetivas de urgência em favor da vítima, de seus familiares e testemunhas. 

Baixar arquivo