Cartilha orienta indígenas venezuelanos sobre Covid-19

Várias Línguas

Publicado em 27/04/2020 - 13:10 Por Maíra Heinen - Brasília

Aproximadamente quatro mil indígenas venezuelanos vivem atualmente no Brasil, por causa do fluxo de refugiados e migrantes. A partir desse cenário e da pandemia do novo coronavírus, uma cartilha escrita em quatro diferentes idiomas, inclusive línguas indígenas, deve ajudar nos esforços de apoio a essas populações mais vulneráveis, além de auxiliar profissionais de saúde.

 

A publicação “Comunicação sobre Saúde com Indígenas Warao e Eñepa”, lançada pela Acnur, Agência da ONU para Refugiados e a Federação Humanitária Internacional, traz a perspectiva intercultural para falar sobre saúde, diagnóstico e tratamento de acordo com a cosmologia de cada grupo indígena.

 

Lideranças indígenas apoiaram na tradução, revisão e ilustração da cartilha que traz informações sobre as doenças mais comuns entre essas populações, como a gripe, tuberculose, pneumonia e asma. Ainda inclui as medicinas tradicionais utilizadas por cada grupo no tratamento de queimaduras, febre, inflamações, entre outros sintomas e informações sobre a Covid-19.

 

O caderno poderá ser impresso e distribuído em postos de saúde local e também à população indígena venezuelana.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo vai expandir possibilidade de sinal de rádio FM

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, assinou nesta quinta-feira (13) uma portaria, junto com o presidente Jair Bolsonaro, para regularizar o serviço de retransmissão de rádio.

Baixar arquivo
Saúde

Rio registra aumento de leitos hospitalares pela 1ª vez em 10 anos

Após a perda de 16 mil leitos hospitalares, apenas entre 2011 e 2019, o Rio de Janeiro viu, em 2020, pela primeira vez, aumento no registro de vagas nas unidades de saúde.

Baixar arquivo
Política

Pesquisa DataSenado faz mapeamento de como a pandemia afetou o ensino

Estudante do oitavo ano do ensino fundamental em Brasília, Arthur Cardoso relata os desafios que tem enfrentado desde que as escolas fecharam, por consequência da pandemia do novo coronavírus.
 

Baixar arquivo
Saúde

Planos de saúde devem cobrir teste rápido de Covid-19

Os planos de saúde são obrigados a cobrir os testes sorológicos para a Covid-19. A medida foi aprovada pela Diretoria da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, em reunião nesta quinta-feira (13).

Baixar arquivo
Economia

Governo lança aplicativo eSocial Doméstico para empregadores

A partir de agora o eSocial  tem aplicativo para celulares. Com a medida, empregadores poderão realizar registro do empregado e gerenciamento da folha de pagamento pelo celular.

Baixar arquivo
Política

Saúde diz que usou 48% dos recursos destinados ao combate à pandemia

O Ministério da Saúde gastou 48% dos recursos destinados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19, informou o ministro interino da pasta, Eduardo Pazuello, durante audiência pública realizada nesta quinta-feira (13) no Congresso Nacional.

Baixar arquivo