Casos de dengue, zika e chikungunya caem 97% na cidade do Rio durante pandemia

Durante pandemia

Publicado em 02/07/2020 - 20:06 Por Fabiana Sampaio - Rio de Janeiro

Os casos de dengue, zika e chikungunya no município do Rio de Janeiro tiveram queda de mais de 97% durante o período de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus.

 

A chikungunya foi a que teve a maior redução, cerca de 99,3%, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde. De março a junho de 2020, foram registrados 224 casos, contra mais de 30 mil no mesmo período do ano passado.

 

A dengue teve queda de mais de 14,3 mil. Os quatro meses em que as medidas de restrição estiveram vigentes no município registraram no total 308 pacientes infectados. Uma queda de quase 98%.

 

A zika, também transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é a que tem menor incidência no município, ainda assim, a queda nos números foi de 98,9%. Foram 805 casos de março a junho do ano passado contra 9 no mesmo período deste ano.

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, desde o início do ano há uma tendência de queda em relação ao mesmo período do ano passado. No entanto, a redução é mais expressiva a partir do início do isolamento social. 

 

Nadja Greffe, superintendente de Vigilância em Saúde da Prefeitura, avalia que o fato de as pessoas permanecerem mais tempo em casa pode ter gerado uma mudança no comportamento da população voltada a prevenção aos criadouros do mosquito, mas Greffe afirma que também pode haver uma subnotificação dos casos.


A superintendente alerta, no entanto, que a redução nos números não deve ser motivo para que a população relaxe os cuidados, que devem ser mantidos.


Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a Vigilância Ambiental também observou a partir de março, durante o período de restrições por causa da pandemia, uma queda na produção de ovos do mosquito Aedes aegypti.

Últimas notícias
Justiça

Justiça nega pedido de habeas corpus do ex-vereador Dr. Jairinho

A defesa pediu que sua prisão fosse substituída por monitoramento eletrônico. O ex-vereador está preso desde abril do ano passado, acusado da morte do menino Henry Borel, de 4 anos.

Baixar arquivo
Economia

Rio de Janeiro terá primeira planta de geração de hidrogênio verde

O estado do Rio de Janeiro terá a primeira planta para geração de hidrogênio verde no país.

Baixar arquivo
Geral

Frente fria vai trazer fortes chuvas no norte da região Nordeste

O alerta laranja para perigo no acumulado de chuva é do Instituto Nacional de Meteorologia e vale até domingo (22). As chuvas fortes, também devem atingir o norte do Pará, do Amazonas e Roraima, e todo o Amapá.

Baixar arquivo
Saúde

Portugal tem aumento de 33% no número de mortes por covid-19

País tem crescimento de casos de contágio e de mortes por Covid-19 nos últimos sete dias. Para os especialistas, o motivo é o avanço da linhagem BA.5 somado ao fim da obrigatoriedade do uso da máscara.

 

Baixar arquivo
Saúde

Turmas da UFMG suspendem aulas presenciais após casos de covid

O protocolo da universidade orienta a suspensão das atividades presenciais quando são notificados pelo menos três casos de coronavírus em uma mesma turma, no intervalo de uma semana.

Baixar arquivo
Justiça

Flordelis: Justiça nega solicitação para transferir julgamento

Flordelis está com o julgamento marcado no Júri Popular para o próximo dia 06 de junho. A ex-deputada é acusada de ter participado do assassinato de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019.

Baixar arquivo