Rio pode triplicar número de testes para covid-19

Exames imuno sorológicos passarão de 300 para 1000 por dia

Publicado em 07/07/2020 - 13:11 Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O município do Rio de Janeiro vai poder triplicar o número de testes imunosorológicos para covid-19 realizados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). De acordo com o governo do estado, atualmente, a SES faz diariamente cerca de 300 testes no posto do Departamento de Trânsito (Detran) do Largo do Machado, na zona sul do Rio, mas poderá subir para 1 mil testes/dia, com a assinatura do termo de cooperação da pasta com o projeto Dados do Bem, uma iniciativa sem fins lucrativos desenvolvida pelo Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR) e pela Zoox Smart Data. Os municípios de Niterói, Campos, Macaé e Nova Iguaçu já fazem testes sorológicos a partir do aplicativo.

Conforme a secretaria, a Dados do Bem cedeu gratuitamente ao governo do estado um aplicativo que permite ganho tecnológico para a marcação e a realização dos testes, além do mapeamento mais preciso da curva do novo coronavírus no Rio de Janeiro. “Ele combina inteligência epidemiológica e big data para acompanhamento, em tempo real, da distribuição da pandemia nos centros urbanos. Os resultados vão auxiliar o governo do estado na tomada de decisões em relação ao enfrentamento da pandemia”, informou.

Para fazer o teste, quem estiver interessado precisa preencher um cadastro no aplicativo, responder um questionário de autoavaliação, com perguntas sobre sintomas associados à covid-19 e histórico de saúde. Se as respostas ao questionário apontarem para alta probabilidade de covid-19, a pessoa será chamada para fazer o teste imunosorológico. Não é um diagnóstico, mas a avaliação de sinais clínicos e epidemiológicos.

O aplicativo está disponível nos sistemas Android e iOS de forma gratuita e o anonimato de todos os participantes é preservado, incluindo as informações coletadas que não serão utilizadas para fins lucrativos. Se baixar o aplicativo, a pessoa concorda com o envolvimento voluntário no estudo.

O secretário estadual de Saúde, Alex Bousquet, destacou a importância desse processo de testagem para o estado do Rio.“Fizemos uma parceria muito importante, que vai nos permitir triplicar a capacidade diária de testagem sem nenhum ônus para o estado, usando um sistema de eficiência reconhecida”, observou.

Com a parceria, a SES poderá fazer também o compartilhamento da inteligência de dados gerada pelo aplicativo e o treinamento de profissionais, que começa hoje (7). A operação do projeto fica sob responsabilidade da pasta. A expectativa da SES a partir do aplicativo, é que na próxima segunda-feira (13), já seja possível realizar 600 testes marcados por dia. A meta é chegar a 800/dia já na segunda semana, e a 1 mil/dia ainda este mês.

Para o assessor especial da Secretaria de Estado de Saúde, coronel Sérgio Simões, a parceria com o Dados do Bem vai ajudar a SES tomar medidas de combate ao avanço da pandemia. “Com o uso do aplicativo e com toda tecnologia que faz parte da iniciativa, vamos conseguir ser mais assertivos na testagem por amostragem e ter acesso aos dados de inteligência que estão por trás do aplicativo. Iniciativas como essa mostram como os diferentes setores da sociedade, público e privado, estão unidos na missão de salvar vidas”, apontou.

O atendimento no município do Rio será feito no posto do Detran, no Largo do Machado, de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Somente as pessoas que receberam a confirmação para o teste por meio do aplicativo estarão autorizadas para o acesso ao local. É necessário levar o celular com o voucher (um QR code) e a carteira de identidade. O resultado é enviado ao usuário por meio do aplicativo”, alertou a SES.

O Dados do Bem faz o monitoramento epidemiológico com tecnologia de geolocalização e metodologia para acompanhamento, em tempo real, da evolução da epidemia do coronavírus nos centros urbanos. O projeto criado por médicos, cientistas e engenheiros de dados é cedido gratuitamente à população e aos governos. Nele, é possível ter acesso a um mapa de distribuição do vírus e dados estratégicos sobre a covid-19. Essas informações facilitam a tomada de decisão pelas autoridades.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio
Saúde

Anvisa autoriza mudanças em teste da vacina de Oxford

Alteração permite a aplicação de uma dose de reforço, totalizando duas doses em vez de uma, como originalmente proposto. Medida é devida a estudos que mostram mais eficácia.

Higienização da bola antes do retorno do da Copa do Nordeste, após paralisação por conta da covid-19
Esportes

CBF anuncia novo protocolo de testes para coronavírus

Mudança acontece após primeira rodada do Brasileiro, na qual a partida entre São Paulo e Goiás foi adiada um pouco antes do início por conta de casos de coronavírus no elenco do Esmeraldino.

Fiocruz inaugura Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19 no Rio
Saúde

Rio registra 28 mortes e 1.166 novos casos de covid-19 em um dia

Estado acumula mais de 180 mil casos da doença e mais de 14.108 mil mortes. São 28.909 pessoas pessoas internadas por covid-19, sendo que 11.494 em UTI.

coronavirus, Sao Paulo
Saúde

Estudo mostra que 18% dos adultos da cidade de SP já foram infectados

Uma pesquisa mostrou que o número de pessoas infectadas na cidade de São Paulo pode ter chegado a 18% da população adulta - próximo ao número necessário para a imunidade de rebanho.

Geral

Gás de pimenta causa intoxicação de três pessoas em SP

Gás foi introduzido no apartamento, por debaixo da porta, por um morador vizinho, descontente com reforma que estava sendo realizada. Vítimas foram levadas ao hospital.

Hospital Central Sorocabana é parcialmente raberto.
Geral

Prefeitura de São Paulo reabre parcialmente Hospital Sorocabana

Depois de 10 anos fechado, reabertura não atende demanda do Comitê de Defesa do Hospital, já que cinco andares continuam fechados. Prefeitura prevê entrega de mais 22 leitos.