Rio de Janeiro começa a aplicar vacina da Pfizer contra covid-19

Primeira remessa tem 46,8 mil doses

Publicado em 04/05/2021 - 07:50 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A cidade do Rio de Janeiro inicia hoje (4) a vacinação contra a covid-19 com as doses da fabricante norte-americana Pfizer. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) recebeu 46,8 mil doses na noite desta segunda-feira e, seguindo a orientação do Ministério da Saúde, destinou todo o lote à capital do estado.

Com isso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) começa a aplicação da primeira dose na Clínica da Família Estácio de Sá, no Rio Comprido, zona norte da cidade, seguindo o cronograma dos grupos prioritários.

De acordo com o Programa Nacional de Imunizações (PNI), a vacina contra a covid-19 será aplicada em pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas e pessoas com deficiência permanente.

O intervalo entre a primeira e segunda doses da vacina da Pfizer é de 12 semanas. O imunizante precisa ser armazenado entre -25ºC e -15ºC, podendo ficar até cinco dias sob uma temperatura entre 2ºC e 8ºC.

Ouça na Radioagência Nacional

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Rio de Janeiro - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, devolve para o governo estadual medidas que constavam no pacote de ajuste fiscal (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Geral

Velório de Picciani ocorre no salão principal da Alerj

Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada de ontem, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga