Pesquisadores da UFMG concorrem a prêmio de inovação na área da saúde

Uma vacina é contra a covid e outra para dependência da cocaína

Publicado em 20/05/2023 - 15:59 Por Agência Brasil - Brasília

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) estão entre os finalistas de um prêmio internacional de inovação em saúde. Foram produzidas vacinas contra a covid-19 e para tratamento de dependência em cocaína e crack.

Um dos projetos é a vacina SpiN-Tec para a covid-19. De acordo com o professor Helton da Costa Santiago, do Departamento de Bioquímica e Imunologia, o imunizante, que ainda está em desenvolvimento, inova ao estimular a imunidade celular e garante proteção mais duradoura contra o coronavírus.

A Calixcoca é a segunda vacina que concorre ao prêmio. Desenvolvida pelo professor Frederico Duarte Garcia, o imunizante está na fase de testes pré-clínicos e busca o tratamento de dependentes em cocaína e crack.

Os professores afirmam que, se ganharem o prêmio, vão investir os valores em novas pesquisas.

Votação

Para participar da eleição é preciso ser médico e ter registro profissional nos países em que a patrocinadora da premiação tem negócios. A votação vai até 28 de junho.

O valor total do prêmio é de 1,05 milhão de euros, equivalente a R$ 5,4 milhões. O valor será dividido entre 12 categorias participantes.

Edição: Fernando Fraga

Últimas notícias