Consumidor acredita que inflação será de 5,4% nos próximos 12 meses

A taxa é a mesma da pesquisa anterior, quando foi atingido o menor

Publicado em 22/02/2018 - 11:31 Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Vitória (ES) - Supermercados lotados com filas nos caixas e na entrada funcionam com horário reduzido (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Pesquisa da FGV indica que consumidores esperam inflação de 5,4% nos próximos 12 meses, contra 2,95% de 2017Arquivo/Tânia Rêgo/Agência Brasil

A expectativa mediana dos consumidores brasileiros - em fevereiro deste ano - para a inflação nos próximos 12 meses ficou em 5,4%. A taxa é a mesma da pesquisa anterior, quando foi atingido o menor nível desde setembro de 2007 (5,2%).

Na comparação com fevereiro de 2017, houve recuo de 1,9 ponto percentual porque naquela ocasião a inflação esperada era de 7,8%. Os dados foram divulgados hoje (22), no Rio de Janeiro, pela Fundação Getulio Vargas (FGV).

Inflação oficial em 2017 foi de 2,95%

Segundo a FGV, a expectativa dos consumidores mantém-se na faixa dos 5%, mesmo com a inflação oficial do país tendo ficado em 2,95% em 2017 e a expectativa do mercado para 2018 ser hoje inferior a 4%.

“Os consumidores seguem o comportamento de superestimar a inflação oficial e, neste contexto, a tendência é que a expectativa para a inflação continue no patamar dos 5% nos próximos meses”, diz nota da FGV.

(*) Matéria alterada às 14h32 para correção de informação

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus.
Saúde

Estado do Rio prorroga suspensão das aulas presenciais até dia 20

Prefeitura do Rio de Janeiro informou que as escolas municipais da educação infantil e do ensino fundamental permanecem sem data para o retorno às aulas presenciais.

Médicos fazem treinamento no hospital de campanha para tratamento de covid-19 do Complexo Esportivo do Ibirapuera.
Internacional

OMS: covid-19 põe em risco anos de progresso em saúde nas Américas

Diretora regional da organização, Carissa Ethienne pediu aos governos que aumentem os gastos em saúde para pelo menos 6% do PIB.Para ela, média atual de 3,7% não é suficiente.

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Economia

Inflação para famílias de renda mais baixa fica em 0,50% em julho

O índice é calculado com base em preços coletados em sete capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife e Salvador.

O Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN) está realizando exames para identificação do novo coronavírus (COVID-19)
Saúde

Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Os primeiros que vão participar do estudo-teste são cinco profissionais da saúde que atuam no atendimento de infectados, mas não tiveram ainda a doença, informa a UnB.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Internacional

Líbano lida com devastação feita por explosões no porto

O grande número de feridos levou a uma superlotação dos hospitais de Beirute, informou a Cruz Vermelha. O presidente do Líbano anunciou recursos de US$ 66 milhões em fundos de emergência.

.Mercado , comercio, feira ,Venezuela
Internacional

Vendedores e consumidores enfrentam riscos em mercado de Caracas

No maior mercado de produtos agrícolas da capital venezuelana, as pessoas dão pouca atenção às regras de distanciamento, embora muitos usem máscaras