Martine e Kahena são vice-campeãs no Mundial de Vela, na Austrália

Dupla brasileira ficou atrás apenas das holandesas na classe 49erFX

Publicado em 09/12/2019 - 13:06 Por Claudia Soares Rodrigues - Jornalista da TV Brasil - Rio de Janeiro

As atuais campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze conquistaram neste domingo (8) a medalha de prata, na classe 49erFX, no Mundial de Vela, disputado em Auckland, na Nova Zelândia. O ouro, pelo segundo ano consecutivo, ficou com a dupla holandesa Annemiek Bekkering e Annette Duetz. As dinamarquesas Ida Nielsen e Marie Olsen levaram a medalha de bronze.

As brasileiras, já classificadas para a Olimpíada de Tóquio 2020, lideravam a competição até a regata do último sábado (7), quando foram ultrapassadas pela dupla holandesa. Esta é a quinta vez que Martine e Kahena sobem ao pódio do Mundial, cuja primeira edição foi em 2013. Na época, em Marseille (França), Martine e Kahena também foram vice-campeãs; no ano seguinte, em Santander (Espanha), faturaram o ouro; em 2015, em Buenos Aires (Argentina), voltaram a conquistar a prata, assim como no Mundial de 2017, em Matosinhos (Portugal). 

Outros brasileiros

Na classe 49er Marco Grael e Gabriel Borges terminaram na 19ª colocação. Pelo quinto ano seguido, os vencedores foram os australianos Peter Burling e Blair Tuke.

Outras duas duplas brasileiras competiram na classe Nacra 17: Samuel Albrecht e Gabriela Nicolino finalizaram em 11º lugar, e João Siemsen e Isabel Swan em 16º lugar. Os campeões foram Vittorio Bissaro e Maelle Fracari, da Itália.

Edição: Guilheme Neto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Força Nacional de Segurança Pública atuará em Moçambique. Vinte bombeiros auxiliarão no resgate das vítimas do ciclone Idai que atingiu mais de 1,8 milhão de pessoas.
Geral

Bombeiros da Força Nacional vão combater incêndios em Mato Grosso

A Portaria 534/2020, assinada pelo ministro André Mendonça, atende pedido feito pelo governador Mauro Mendes e está publicada hoje no Diário Oficial da União. Equipe com 43 militares embarca nesta quarta-feira