Futebol feminino: taça da Copa do Mundo é exibida no Corcovado, no Rio

Antes de deixar o país, troféu será exposto nesta quinta, em Brasília

Publicado em 29/03/2023 - 16:46 Por Agência Brasil* - Rio de Janeiro

Após passar por nove países, o tour da taça da Copa do Mundo Fifa de futebol feminino chegou ao Brasil nesta quarta-feira (29), começando pelo Rio de Janeiro. O troféu foi apresentado no Corcovado, principal ponto turístico da cidade, em cerimônia aberta ao público. O evento teve a presença de embaixadores da Austrália e Nova Zelândia – sedes da edição do Mundial este ano  –, da técnica da seleção feminina Pia Sundhage, e de referências da modalidade como a meio-campista Formiga e a ex-zagueira Aline Pellegrino, atual gerente de competições femininas da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).  

A menos de quatro meses para a abertura do Mundial, Formiga disse estar confiante no desempenho do Brasil  na competição, cuja abertura ocorrerá em 20 de julho. A estreia da seleção será em 24 de julho, contra o Panamá, pelo Grupo F, que tem ainda França e Jamaica.

“[Temos] total condições de trazer esta Copa. A gente sabe que vai ser difícil a questão dos adversários, mas nunca foi fácil, né?”, disse a jogadora de 45 anos, que disputou sete da oito edições do Mundial Feminino.

Vice-campeã com a seleção brasileira no Mundial  da China (2007) – melhor campanha da história - Aline Pellegrino projeta o Brasil, ao menos, nas quartas de final.

“A gente está ali entre o top 10, uma Copa do Mundo que ficou maior, com 32 seleções. Então se a gente partir deste princípio, o Brasil tem tudo para estar brigando ali entre as oito seleções”, ponderou Pellegrino, que em junho do ano passado assumiu a gerência de competições da CBF.

“Conquistar uma Copa do Mundo agora em julho/agosto é muito importante. Ter uma Copa no Brasil para o que a gente precisa massificar, fomentar, enraizar o futebol feminino talvez seja até o mais importante. Isso é um plano, um objetivo muito importante e espero que dê certo”, completou a dirigente.

No último dia 6, a ministra do Esporte Ana Moser confirmou a presença do Brasil na disputa para sediar o Mundial feminino de 2027, durante entrevista ao programa Sem Censura, da TV Brasil. A ministra voltou a destacar o interesse na difusão da modalidade no pais, na terça (30),  durante apresentação no Senado Federal, sobre ações e planejamento. Moser discorreu sobre a  estratégia nacional de futebol feminino,  

Tour da taça – programação

Esta quinta-feira (30) será o último dia do troféu em território brasileiro. O troféu será exposto em Brasília, em evento com participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra do Esporte Ana Moser. 

Depois do Brasil, a taça seguirá parra a Argentina (1º de abril), Colômbia (dia 3), Costa Rica (5), Panamá (8), Estados Unidos (dia 11 em Saint Louis e dias 12 e 13 em Nova York), Haiti (15), Jamaica (17) e Canadá (19 e 20).

O tour da taça, que percorre os 32 países classificados para o Mundial, começou em 25 de fevereiro, no Japão.

* Reportagem em parceria com Rodrigo Ricardo, da Rádio Nacional, no Rio de Janeiro.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Últimas notícias