Protesto contra Copa reúne cerca de 200 pessoas em BH, diz PM

Publicado em 17/06/2014 - 16:03 Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil - Brasília

banner Brasil 2014

Cerca de 200 pessoas participam hoje (17) de um protesto contra a Copa do Mundo na Praça da Savassi, em Belo Horizonte, segundo cálculo da Polícia Militar (PM) de Minas Gerais. Nesta terça-feira, a cidade recebeu o jogo Bélgica e Argélia, em partida válida pelo Grupo H. Os manifestantes protestam também contra o aumento das tarifas de ônibus após a implantação do BRT, sigla para ônibus de trânsito rápido.

Manifestantes protestam em Belo Horizonte (Bruno Magalhaes/AP/Direitos Reservados)

Manifestantes protestam em Belo Horizonte contra Copa e aumento da tarifa de ônibusBruno Magalhaes/AP/Direitos Reservados

 

O protesto foi tranquilo. Os manifestantes ocuparam a praça e interditaram o trânsito na Avenida Getúlio Vargas. O local recebe grande fluxo de torcedores nos dias de jogos. A polícia montou uma barreira para impedir o avanço da manifestação. Alguns ativistas também pediram a desmilitarização da Polícia Militar. "Tem que acabar com a PM no Brasil, igual ao Amarildo existem mais de mil", foi a palavra de ordem entoada pelos manifestantes.

No dia da estreia do Brasil na Copa, a PM entrou em confronto com os manifestantes na região central da capital mineira. Bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e spray de pimenta foram utilizados pelos policiais. Os manifestantes reagiram com pedras. Bancos foram depredados. Segundo a polícia, 11 pessoas foram detidas. Um adolescente foi apreendido.

Durante o protesto, a ativista Karinny de Magalhães, integrante da Mídia Ninja, grupo que transmite protestos pela internet, foi presa quando mostrava a manifestação. Após o episódio, o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) expediu recomendação para as forças de segurança do estado, a fim de  assegurar condições para o exercício da livre expressão e da liberdade de imprensa.

Nessa segunda-feira, a Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou, em segundo turno, o Projeto de Lei 4.474/13, que restringe o uso de máscaras em manifestações públicas. A lei foi sancionada pelo governador de Minas, Alberto Pinto Coelho, e entra em vigor nesta quarta-feira.

A reportagem não conseguiu contato com a organização do protesto para saber a estimativa deles do número de participantes.

 

Copa 2014: Acompanhe a cobertura completa da Agência Brasil

Edição: Beto Coura

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias