Polícia Federal apreende três discos rígidos em endereços ligados à Samarco

Publicado em 17/02/2016 - 19:18 Por Léo Rodrigues – Correspondente da Agência Brasil - Belo Horizonte

Mariana (MG) - barragem pertencente à mineradora Samarco se rompeu no distrito de Bento Rodrigues, zona rural a 23 quilômetros de Mariana, em Minas Gerais (Corpo de Bombeiros/MG - Divulgação)

A barragem pertencente à mineradora Samarco, rompida no distrito de Bento Rodrigues, em MarianaCorpo de Bombeiros/MG /Divulgação

A Polícia Federal apresentou nesta quarta-feira (17), em Belo Horizonte, os detalhes do cumprimento de um mandado de busca e apreensão de dados em três endereços ligados à Samarco. A operação é parte do inquérito que investiga e apura de responsabilidades do rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana (MG), que deixou 17 mortos e impactos ambientais profundos na Bacia do Rio Doce em novembro de 2015.

As sedes da empresa em Mariana (MG) e Anchieta (ES) estiveram entre os alvos operação. O terceiro endereço foi a residência de um engenheiro, em Viçosa (MG). Ele prestava serviço para a mineradora e era responsável por laudos de estabilidade da Barragem do Fundão. Em cada endereço, foi feito o beckup de um disco rígido.

Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreenção sedes da empresa em Mariana e Anchieta

PF cumpre mandados de busca e apreensão em empresas ligadas à Samarco Léo Rodrigues/Agência Brasil

No mês passado, a Polícia Federal já havia indiciado a Samarco, a Vale, a empresa VogBR e mais sete executivos e técnicos por crimes ambientais. Segundo Roger Lima de Moura, delegado responsável pelo inquérito, a Samarco tinha, há pelo menos 7 anos, indicativos de que a barragem não estava saudável. "Também havia problemas no monitoramento, com equipamentos que não estavam funcionando. As causas justificaram o indiciamento", disse. O delegado explicou que o indiciamento da Samarco foi por crime doloso, porque a empresa teria assumido o risco ao utilizar a barragem e ampliar a produção, mesmo sabendo que ela operava em condições inadequadas.

Roger Lima de Moura ressaltou ainda que a operação de hoje foi "pensada" para ser uma "busca cirúrgica", em locais onde havia potencial de reunir informações importantes. O período para análise do material apreendido dependerá do volume dos dados. Os discos devem chegar à Belo Horizonte na quinta-feira (18).

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Comércio de rua em Brasília.
Economia

Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

Com o resultado, o IPCA acumula taxas de inflação de 0,46% no ano e de 2,31% em 12 meses, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Internacional

Mortes por explosão em Beirute sobem para 154

Ministro da Saúde, Hamad Hasan, disse que uma em cada cinco, das 5 mil pessoas feridas na explosão de terça-feira (4), precisou de hospitalização e 120 estavam em estado crítico.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em junho

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia da covid-19.

Geral

No Rio, deslizamento no morro da Mangueira atinge 12 casas

Defesa Civil isolou a área atingida e equipes aguardam a retirada do material que deslizou para avaliar o estado das casas. Vinte agentes da Defesa Civil e da Guarda Municipal estão a postos.

bola liga dos campeões
Esportes

Liga dos Campeões da Europa retorna com jeito de Copa do Mundo

Torneio terá jogos sem torcida e reta final será disputada em Lisboa, em jogo único, nos estádios José Alvalade (Sporting) e da Luz (Benfica).

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom
Internacional

OMS: recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina

"O nacionalismo com vacinas não é bom, não vai nos ajudar", afirmou o diretor-geral da organização, ao comentar a disputa competitiva entre diversas nações e seus laboratórios.