Índios guarani-kaiowá fazem ato por demarcação de terras em frente ao Planalto

Publicado em 20/05/2016 - 11:16 Por Ana Cristina Campos – Repórter da Agência Brasil - Brasília

Cerca de 50 indígenas da etnia Guarani-Kaiowá fazem hoje (20) ato na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, para defender a demarcação de terras indígenas em Mato Grosso do Sul.

Segundo Leila Rocha, da comunidade Yuy Katu, no município de Japorã, os indígenas não sabem o que vai acontecer com a demarcação de terras no governo do presidente interino Michel Temer. “Nossa preocupação é com este governo que a gente não conhece. Estamos procurando nosso direito à terra. Muitas lideranças e caciques já morreram em Mato Grosso do Sul”, disse.

Na terça-feira (17), um grupo de 44 indígenas protestou em frente ao Planalto contra retrocessos nas políticas de demarcação de terras tradicionais e em defesa dos direitos constitucionais indígenas.

Antes do protesto na terça-feira, o Conselho Indígena Missionário (Cimi) divulgou nota em que manifesta preocupação com informações veiculadas de que o presidente interino Michel Temer pretende revogar atos administrativos demarcando terras indígenas, assinados nos últimos dias do governo da presidenta afastada Dilma Rousseff.

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias