Ministério certifica instituições por contratar quase 17 mil presos

No total, 432 instituições receberam a certificação do governo

Publicado em 12/07/2020 - 12:53 Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência - Brasília

O Ministério da Justiça e Segurança Pública certificou 372 instituições pela contratação de quase 17 mil presos e egressos do sistema penitenciário, em 17 estados e no Distrito Federal. O resultado do III Ciclo do Selo Resgata com a lista das empresas está disponível aqui.

O título é referente ao período de 2019/2020. As instituições contrataram no total 16.750 presos e egressos do sistema penitenciário brasileiro. No total, 432 instituições se inscreveram neste ciclo do prêmio.

Segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), houve aumento de cerca de 232% de organizações que receberam a certificação desde o primeiro ciclo. Em 2017, ano em que o selo foi instituído pelo Depen, 112 instituições públicas e privadas foram certificadas enquanto, em 2018, foram 198. Os estados com mais instituições certificadas foram Minas Gerais com 179, Santa Catarina (100) e Paraná (22).

De acordo com o Depen, para receber o Selo Resgata, as instituições tiveram que cumprir requisitos como: comprovar, em diferentes percentuais, a contratação de pessoas em privação de liberdade, internados, cumpridores de penas alternativas ou egressos do sistema prisional; desenvolver iniciativas que contribuam para modificar a realidade socioeconômica das pessoas em privação de liberdade e egressos e proporcionar ambiente de trabalho salubre e compatível com as condições físicas do preso trabalhador.

Edição: Denise Griesinger

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias