Prova de vida de aposentados e pensionistas é suspensa até setembro

Adiamento foi decidido para evitar contaminações por covid-19

Publicado em 10/07/2020 - 15:28 Por Agência Brasil - Brasília

O recadastramento anual de aposentados, pensionistas e anistiados políticos está suspenso até 30 de setembro para evitar contaminações por covid-19. O prazo, que acabaria no próximo dia 16, foi prorrogado por causa da pandemia.

A instrução normativa do Ministério da Economia com o adiamento foi publicada na quarta-feira (8) no Diário Oficial da União. As visitas técnicas para comprovação de vida, interrompidas desde março, também continuam suspensas.

Segundo a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia, cerca de 700 mil pessoas serão afetadas pelo adiamento. A instrução normativa esclarece que a suspensão não prejudica o pagamento dos benefícios aos aposentados, pensionistas e anistiados.

Realizada todos os anos no mês de aniversário do beneficiário, a comprovação de vida é exigida para a manutenção do pagamento do benefício. A prova de vida exige o comparecimento do segurado ou de algum representante legal ou voluntário à instituição bancária onde saca o benefício.

Desde agosto do ano passado, o procedimento pode ser feito por meio do aplicativo Meu INSS ou pelo site do órgão por beneficiários com mais de 80 anos ou com restrições de mobilidade. A comprovação da dificuldade de locomoção exige atestado ou declaração médica. Nesse caso, todos os documentos são anexados e enviados eletronicamente.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Um trabalhador fica perto de um tanque da empresa estatal de petróleo da Petrobras em Brasília
Economia

Campo de Búzios registra recorde de produção em julho

Esse é o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo, segundo a Petrobras. Produção do mês passado foi de 615 mil barris de óleo por dia (bpd).

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
Economia

Baixa inflação permitiu corte nos juros, avaliam entidades

Entidades do setor produtivo consideram acertada a redução da Selic para 2% ao ano, o menor nível da história. Para CNI, juros baixos ajudam a conter efeitos da crise.

tombense
Esportes

Tombense chega à final do Mineiro pela primeira vez

Equipe volta a superar Caldense nas semifinais da competição, e espera vencedor de Atlético e América na grande decisão.

Brasília 60 Anos - Esplanada dos Ministérios
Geral

Governo prepara consulta aos 600 mil servidores federais

Pesquisa vai mapear clima organizacional nos órgãos públicos e será disponibilizada entre 21 de setembro e 12 de outubro. Participação é voluntária e totalmente sigilosa.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Justiça

STF valida restrição para operações policiais no Rio

Pela decisão, as operações policiais no Rio de Janeiro poderão ser deflagradas somente em casos excepcionais, após justificativa enviada ao Ministério Público.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, durante aula magna sobre o tema Educação e Democracia: Perspectiva 2018, na abertura do curso da pós-graduação Lato Sensu em Democracia, Direito Eleitoral e Poder Legislativo.
Justiça

Luiz Fux defende uso de inteligência artificial no Judiciário

O magistrado argumentou que sistemas podem contribuir para substituir tarefas laboriosas, feitas por diversos servidores, gerando ganho de eficiência na análise de processos.