Exposição de fotografias alerta para prevenção do câncer de mama

A ação faz parte do Outubro Rosa

Publicado em 04/10/2020 - 19:00 Por Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil  - São Paulo

Durante todo o mês de outubro uma exposição de fotografias de mulheres que venceram o câncer de mama estará disponível em seis pontos da capital paulista. Idealizada pela organização não governamental (Ong) Instituto Viver Hoje a mostra Mulheres no Espelho tem o objetivo de informar sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama, além de incentivar o aumento da autoestima das mulheres que passaram pela doença. A ação faz parte do Outubro Rosa, mês de conscientização sobre o câncer de mama.

São 12 painéis expostos de 1 a 31 de outubro na estação de Metrô Paulista e nos shoppings Atrium, Raposo e Grand Plaza Shopping. Em novembro as obras estarão na estação de Metrô Morumbi e em dezembro na estação Luz do Metrô. O público também poderá conferir em vídeos os depoimentos das mulheres sobre os desafios no processo de superação.

Exposição Mulheres no Espelho, organizada pelo Instituto Viver Hoje, na estação Paulista.
Exposição Mulheres no Espelho, organizada pelo Instituto Viver Hoje, na estação Paulista. - Rovena Rosa/Agência Brasil

 

As dez mulheres que participam da exposição foram fotografadas por Simone Silvério (especialista em ensaios de família) e Jaiel Prado (especialista em ensaios de beleza), da Galeria da Studio Trend. O making of foi realizado pela fotógrafa Carla Durante. O ensaio aconteceu na casa de Simone, com as modelos sendo produzidas por maquiador, cabeleireiro e figurinista. 

“A expressão de cada uma das mulheres retratadas na exposição é uma mostra que é possível vencer essa luta. Fotografar essas mulheres é retratar histórias de coragem, fé, beleza e superação. Uma sensação única”, disse Simone, que participa da campanha pela segunda vez.

A presidente do Instituto Viver Hoje, que existe há cinco anos, Cristina Gomes, afirmou que a exposição pretende divulgar informações e alertar sobre a prevenção da doença.

“Pretendemos que não só as mulheres, como também os homens que visitarem essas exposições fiquem atentos sobre a prevenção e disseminem essa informação com suas esposas, filhas, irmãs”, destacou.

A dona de casa Ana Maria Ferreira do Nascimento descobriu o câncer de mama aos 37 anos. Ela é uma das mulheres fotografadas para a campanha.

“Em nenhum momento deixei de lutar, porque sempre pensava na minha filha que na época tinha apenas 4 anos, foi difícil, mas descobri que a doença não é o fim é um recomeço”, ressaltou.

A acompanhante de idosos Eunice Tôrres, de 56 anos, que passou pelo processo de câncer de mama em três etapas e precisou realizar a mastectomia nos dois seios disse que se sentiu uma atriz de Hollywood no dia das fotos e que quer causar inspiração nas mulheres que estão passando pela doença.

“É um processo difícil, mas é possível vencer. Quero que outras mulheres que estão passando pela doença se inspirem com nossas fotos e nossas histórias”.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), o Brasil terá em 2020 mais de 66 mil novos casos de câncer de mama. Por haver diversos tipos da patologia, o câncer de mama pode evoluir de diferentes formas. Por isso é preciso estar atenta para a detecção precoce, já que a maioria das vezes a doença é percebida pelas próprias mulheres.

Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos simples como praticar atividades físicas, alimentação saudável, manter o peso adequado, evitar bebidas alcoólicas, amamentar, evitar hormônios sintéticos.

Edição: Liliane Farias

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias