Programa Floresta+Amazônia recebe inscrições de projetos sustentáveis

Indígenas e quilombolas estão contemplados; inscrições vão até dia 10

Publicado em 06/06/2022 - 21:02 Por Agência Brasil - Brasília

O projeto Floresta+Amazônia, do Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), recebe inscrições até o próximo dia 10 para projetos de preservação e recuperação florestal nos nove estados da Amazônia Legal, informou hoje (6) a secretária da Amazônia e Serviços Ambientais do Ministério do Meio Ambiente, Marta Giannichi, em entrevista ao programa A Voz do Brasil.

Nesta etapa, agricultores, indígenas e quilombolas da região poderão levar ideias de gestão territorial, recuperação de espécies nativas e preservação em cadeias produtivas sustentáveis.

“Esses projetos são voltados para comunidades. Se você faz parte de uma comunidade extrativista na Amazônia e tem uma ótima ideia de como melhorar a floresta, você pode colocá-las no papel e as melhores serão selecionadas. Agricultores, quilombolas e indígenas estão contemplados”, informou Marta.

Outra etapa do projeto, chamada Floresta+Recuperação, também recebe inscrições de projetos de recuperação e preservação que serão financiados pelo ministério em parceria com o PNUD. Podem se inscrever na iniciativa projetos de pequenos agricultores que tenham terras entre 75 e 80 hectares na região e que promovam ações permanentes para reduzir, de forma sustentável e eficiente, o uso de recursos naturais. Esses produtores receberão verbas do projeto e serão constantemente monitorados para manter as ações em vigor.

» Veja aqui os requisitos e como se inscrever no Projeto Floresta+Amazônia

Assista à entrevista na íntegra:

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Últimas notícias