EUA acusam aliado de Maduro de narcotráfico e impõem sanções

Diosdado Cabello é considerado o segundo mais poderoso da Venezuela

Publicado em 18/05/2018 - 22:24 Por Paola De Orte - Repórter da Agência Brasil - Washington (EUA)
Atualizado em 18/05/2018 - 23:07

O Departamento do Tesouro norte-americano anunciou hoje (18) sanções econômicas ao vice-presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela, Diosdado Cabello. Cabello é o segundo homem mais poderoso na Venezuela depois do presidente Nicolás Maduro. Na nota, o governo norte-americano afirma que, além de estar envolvido em lavagem de dinheiro e exportação ilegal de minérios, ele também promoveu diretamente atividades ligadas ao tráfico de narcóticos.

“O povo da Venezuela sofre sob políticos corruptos que se agarram cada vez mais ao poder, ao mesmo tempo em que enchem seus próprios bolsos”, afirmou o secretário do Tesouro, Steve Mnhuchin. Ele acrescentou que figuras como Diosdado Cabello “exploram suas posições oficiais para se engajar em tráfico de narcóticos, lavagem de dinheiro, desvio de fundos públicos e outras atividades corruptas”.

O secretário do Tesouro também disse que o governo dos Estados Unidos está comprometido a continuar agindo para responsabilizar pessoas que violarem a confiança do povo venezuelano e bloquear tentativas de “abusar do sistema financeiro dos Estados Unidos”.

As sanções têm como alvo, além de Cabello, seu irmão, sua esposa e Rafael Alfredo Sarria Diaz, que, segundo o governo norte-americano, vem lavando dinheiro para o governo venezuelano desde 2010. Elas foram anunciadas em um momento de tensão, dois dias antes das eleições presidenciais na Venezuela.

Os quatro foram incluídos na lista de Cidadãos com Designação Especial e Pessoas Bloqueadas do Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Departamento do Tesouro norte-americano. As pessoas que estão nessa lista têm seus ativos nos Estados Unidos bloqueados e cidadãos norte-americanos ficam em proibidos, de maneira geral, de negociar com elas.

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Fall Guys - game - e-sports
Esportes

Coluna – Fall Guys diverte sem compromissos

Estilo simples agrada até mesmo jogadores mais inexperientes. Na coluna desta semana, Guilherme Neto analisa o game para PC e PlayStation 4, desenvolvido pela Mediatonic.
 

Usuários de transporte público e motoristas de ônibus utilizam máscaras de proteção contra covid-19 na rua da Consolação
Economia

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

Os efeitos negativos da covid-19 provocaram uma retração de 18,6% no período de março a maio. Em fevereiro, mesmo antes da pandemia, o setor já havia recuado 1%.

A presidente do Conselho do Programa Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, durante o Lançamento do projeto Arrecadação Solidária contra o coronavírus
Política

Primeira-dama Michelle lamenta falecimento da avó por covid-19

Maria Aparecida foi internada no dia 1º de julho no Hospital Regional de Ceilândia e chegou a ser encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo. Ela faleceu na madrugada de ontem.

Sede da Polícia Federal em Brasília
Geral

PF cumpre 36 mandados de prisão em oito estados e no DF

Valor das contratações suspeitas de irregularidades em Roraima chega a R$ 50 milhões. Dinheiro foi utilizado na aquisição de insumos médico-hospitalares básicos para combate à covid-19.

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, participa do programa Voz do Brasil.
Política

Governo regulamenta serviços de retransmissão de rádio

“Iniciativa do governo federal e do Ministério das Comunicações para levar emprego aos estados do Mato Grosso, TO, AM, PA, AP, AC, RO e MA”, diz ministro.

Aplicativo Caixa Tem
Economia

Caixa libera saque de auxílio emergencial para 4 milhões de pessoas

O crédito na poupança social para os beneficiários nascidos em maio foi feito no dia 5 deste mês.