Centenas de hondurenhos continuam esperando para entrar no México

Trump diz que não aceitará entrada de imigrantes ilegais nos EUA

Publicado em 21/10/2018 - 19:49 Por Agência EFE - Tecun Uman (Guatemala) e Washington

Centenas de imigrantes hondurenhos continuam neste domingo esperando na ponte que liga a Guatemala ao México para atravessar o território mexicano e continuar o trajeto até os Estados Unidos.

Desde o início do dia, homens, mulheres e crianças estão na ponte que corta o Rio Suchiate, onde chegaram na sexta-feira. Alguns conseguiram atravessar, outros esperam a oportunidade e outros desistem da tentativa.

O governo do México informou ontem que 640 imigrantes solicitaram refúgio no país no posto do estado de Suchiate, onde milhares de pessoas que tentam entrar se amontoam.

Em relação aos hondurenhos que chegaram na sexta-feira à fronteira sul, o México manteve uma política aberta e os funcionários da migração pactuaram com dirigentes dos migrantes uma entrada ordenada no país. Dos cerca de 3 mil que estavam desde sexta na fronteira entre a Guatemala e o México, a maioria conseguiu atravessar.

Os governos da Guatemala e de Honduras anunciaram ontem um plano de retorno seguro para todos os que quiserem voltar para casa.

Há uma semana, 5,4 mil migrantes, a maioria hondurenha, entrou na Guatemala. Do total, 2 mil retornaram a Honduras e 3 mil seguem firmes no propósito de chegar aos Estados Unidos. 

Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, garantiu neste domingo que está fazendo o possível para evitar que imigrantes ilegais cruzem a fronteira com o México e reforçou que as autoridades americanas não aceitarão a entrada destas pessoas no país.

"As pessoas devem solicitar asilo no México primeiro. Se não o fizerem, os EUA os rejeitará. Os tribunais estão pedindo que os EUA façam coisas que não são factíveis", escreveu o líder, em seu perfil no Twitter.

"As caravanas são uma desgraça para o Partido Democrata. Mudem as leis de imigração agora", completou Trump, em um segundo post.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias