Cidade de Nova York proíbe TikTok em dispositivos do governo

Governo alega questões de segurança

Publicado em 17/08/2023 - 08:41 Por Kanishka Singh - Repórter da Reuters* - Washington

A cidade de Nova York proibiu o uso do TikTok em dispositivos de propriedade do governo nessa quarta-feira (17) por preocupações de segurança, juntando-se a várias cidades e estados norte-americanos que impuseram restrições semelhantes ao aplicativo de vídeos curtos.

Propriedade da gigante tecnológica chinesa ByteDance e utilizado por mais de 150 milhões de norte-americanos, o TikTok tem enfrentado crescentes pedidos de parlamentares norte-americanos de proibição em todo o país, motivados por preocupações sobre possível influência do governo chinês.

O TikTok "representa ameaça à segurança das redes técnicas da cidade", disse, em comunicado, o governo da cidade de Nova York, liderado pelo prefeito Eric Adams.

As agências da cidade têm 30 dias para remover o TikTok, e os funcionários perderão o acesso ao aplicativo e ao site em dispositivos e redes de propriedade da cidade. O estado de Nova York já havia proibido o TikTok em dispositivos móveis fornecidos pelo Estado.

O TikTok afirmou que "não compartilhou e não compartilharia dados de usuários dos Estados Unidos (EUA) com o governo chinês e tem tomado medidas substanciais para proteger a privacidade e a segurança dos usuários do TikTok".

Muitos estados e cidades dos EUA restringiram o uso do TikTok em dispositivos do governo. Montana aprovou recentemente uma legislação que proíbe o aplicativo em todo o estado, regra que entrará em vigor em 1º de janeiro e está sendo contestada judicialmente.

Uma pesquisa da Reuters/Ipsos, divulgada nesta quarta-feira,mostrou que quase metade dos adultos norte-americanos apoia a proibição do TikTok.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias