Temer defende igualdade entre homens e mulheres prevista na Constituição

Publicado em 08/03/2018 - 11:02 Por Débora Brito - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Brasília - A secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, a primeira-dama Marcela Temer e o presidente participam do evento em homenagem às servidoras do Palácio do Planalto pelo Dia Internacional da M

A secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, a primeira-dama, Marcela Temer, e o presidente Michel Temer participam do evento em homenagem às servidoras do Palácio do Planalto pelo Dia Internacional da MulherAntonio Cruz/ Agência Brasil

O presidente Michel Temer defendeu hoje (8) o cumprimento da Constituição para garantir a igualdade entre homens e mulheres. Ao lado da primeira dama, Marcela Temer, o presidente participou de um evento de homenagem às servidoras do Palácio do Planalto pelo Dia da Mulher.

Em sua breve fala de saudação, Temer criticou a diferença salarial entre homens e mulheres e afirmou que apoia o movimento comandado pela Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres com o objetivo de mudar essa realidade.

"Eu vi no noticiário que mulher ganha menos que homem em todos os setores. Interessante, eu tenho um vício de olhar sempre a Constituição Federal, e a Constituição diz que homens e mulheres são iguais em direitos e deveres", disse. "Nós queremos o cumprimento do texto constitucional", acrescentou.

A advogada-geral da União, Grace Mendonça, a Secretária Especial de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes, também participaram da homenagem, além de Katia Moraes, responsável pelo Instituto Dançar é Arte. As convidadas apresentaram histórias e desafios em suas áreas de atuação.

Após a cerimônia, questionada sobre o fato de ser a única mulher no comando de ministérios do atual governo, Grace Mendonça argumentou que as mulheres ainda estão em um processo de ocupação de seus espaços. “Os números acabam revelando que nós ainda temos muito a trabalhar. O caminho é o trabalho mesmo, o estudo, a dedicação, então, eu acho que ter a frente da Advocacia-Geral da União uma mulher de carreira pra nós é um motivo de muita alegria e sabemos que são passos que são dados para o fortalecimento do papel da mulher na sociedade.”

*Matéria alterada às 11h50 para inclusão da fala da miniatra Grace Mendonça.

Edição: Talita Cavalcante

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias