Há 134 anos, o alemão Emil Berliner obteve a patente do gramofone

Publicado em 08/11/2021 - 10:39 Por Rádio Nacional - Brasília

No dia 8 de novembro de 1887, o alemão Emil Berliner obteve a patente do gramofone. A criação foi realizada nos Estados Unidos, para onde Berliner havia imigrado. O mundo já conhecido o sistema de gravações de sons em cilindros, mas a grande novidade foi trazida pelo gramofone, que acabou se consagrando e oferecendo a base para a indústria fonográfica. 

A música passou a ser vendida e o seu formato era o disco. A matriz era feita de cera, goma laca, vinil, cobre ou acetato, onde as vibrações sonoras eram gravadas por uma agulha. Os impulsos, por meio de uma lâmina, chegavam ao disco através de uma agulha. Com a emissão do som, o ar movimentava-se vibrando a lâmina, que fazia a agulha riscar, em forma de ondas, a superfície do disco que estava girando. 

De forma inversa, uma agulha, em contato com o sulco já riscado, sentia e transmitia as vibrações para uma corneta, que emitia o som. Na época, os alto-falantes ainda não tinham sido inventados. O processo não envolvia eletricidade: as gravações eram baseadas em um modelo mecânico acústico. 

Em 1888, Berliner fez a primeira apresentação pública, no Franklin Institute, do seu princípio operacional, onde, sobre um disco de zinco recoberto por uma fina camada de cera, foram gravados os registros sonoros. Em seguida, o disco foi imerso em uma solução ácida, que atacou quimicamente apenas as áreas removidas pela gravação e assim, imprimia o registro sonoro na forma de um relevo. Esse processo Berliner denominou de fonotipia. 

Sempre aperfeiçoando o sistema, logo aplicou a técnica de galvanoplastia, de forma a obter uma matriz - que, por sua vez, permitia a duplicação de uma determinada gravação em escala industrial. Para reprodução dos seus discos, Berliner desenvolveu um rudimentar aparelho, provido de um sistema de acionamento mecânico ou regulador de velocidade. Estava criado o gramofone. Dez anos depois, em 1898, Berliner fundou a gravadora Deutsche Grammophon, especializada em música clássica - a mais antiga gravadora ainda em atividade. 

História Hoje 

Locução: José Carlos Andrade 

Sonoplastia: Messias Melo

Edição: Nathália Mendes

Últimas notícias
Meio Ambiente

PF investiga possível contaminação do rio Tapajós, no Pará

O rio Tapajós, que normalmente tem águas claras, com tom esverdeado, está apresentando uma coloração barrenta. Peritos da PF vão também coletar amostras da água.

Baixar arquivo
Geral

Anac concede primeira autorização para entregas por drones

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) concedeu a primeira autorização para entregas comerciais com o equipamento.

Baixar arquivo
Geral

Receita Federal abre consulta a lote residual do Imposto de Renda

O acesso pode ser feito a partir desta segunda-feira. Esse lote é voltado para contribuintes que caíram na malha fina em anos anteriores e conseguiram acertar as contas.

Baixar arquivo
Geral

Rio anuncia investimentos nas comunidades do Jacarezinho e Muzema

Serão investidos cerca de R$ 500 milhões nas duas comunidades, que foram escolhidas com base no índice de criminalidade e no número de habitantes, que passa dos 40 mil.

Baixar arquivo
Cultura

Rio e São Paulo adiam desfile de carnaval para feriado de Tiradentes

A decisão de adiar os desfiles das escolas de samba de fevereiro para abril foi tomada pelos prefeitos do Rio, Eduardo Paes e de São Paulo, Ricardo Nunes, em reunião virtual nessa sexta-feira.

Baixar arquivo
Geral

Código de Trânsito Brasileiro completa 24 anos

Criado em 1997 ele passou a vigorar no ano seguinte. Esse conjunto de normas sofreu várias atualizações desde a sua criação e algumas delas são bem fresquinhas e passam a valer em abril deste ano.

Baixar arquivo