Valor dos planos de saúde deve ter inédita queda

Tendência é que os planos de saúde coletivos sigam essa redução

Publicado em 08/07/2021 - 21:26 Por Victor Ribeiro, da Rádio Nacional - Brasília

Pela primeira vez na história, o valor dos planos de saúde individuais e familiares vai reduzir. A queda deve ser de, pelo menos, 8,19% nos contratos que fazem aniversário de primeiro de maio deste ano até 30 de abril do ano que vem. A medida vale para contratos firmados a partir de janeiro de 1999 e afeta 9 milhões de pessoas, que correspondem a 18,7% dos usuários de planos de saúde no país.

A decisão foi tomada nessa quinta-feira, de maneira unânime, pela diretoria colegiada da ANS, Agência Nacional de Saúde Suplementar. Para definir o valor do reajuste, a agência reguladora olha para trás.

O ano de 2020 apresentou redução em todos os procedimentos atendidos pelos planos de saúde, como detalhou a gerente de Monitoramento Assistencial da ANS, Flávia Tanaka (confira acima a reportagem no player).

O diretor de Desenvolvimento Setorial Substituto da ANS, César Serra, afirmou que a frequência de uso da estrutura da saúde suplementar é um fator decisivo na definição do reajuste.

As operadoras de saúde são obrigadas a reduzir as mensalidades em 8,19% ou mais. As empresas não podem ignorar nem aplicar uma redução menor. Essa diminuição do preço deve ser feita de maneira retroativa para os planos individuais e familiares que fizeram aniversário em maio, junho e agora, em julho.

De acordo com o parecer técnico da ANS, a tendência é que os planos de saúde coletivos sigam essa redução das mensalidades.

Foi a primeira vez que a reunião para definir o índice de reajuste foi aberta ao público, no canal da ANS no YouTube. No ano passado, a agência reguladora autorizou os planos de saúde individuais e familiares a aumentar até 8,14%. A área técnica da agência reguladora avaliou que a redução do valor da mensalidade não prejudica a sustentabilidade das operadoras de saúde.

Edição: Jéssica Gonçalves e Luiz Claudio Ferreira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Fiocruz vai entregar nova remessa de vacinas contra covid nesta sexta

O carregamento, somado aos lotes liberados nesta semana, alcança um total de 4,6 milhões de doses.

Baixar arquivo
Esportes

Confira os resultados de quinta-feira (23) no futebol

Na Série B do Campeonato Brasileiro, o CSA derrotou o Botafogo por 2 a 0. Na Copa Sul-Americana, o Athletico Paranaense foi até o Uruguai e venceu o Peñarol  por 2 a 1 na primeira partida das semifinais.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores descobrem vírus parecido com o da covid-19 em morcegos

Ele foi descoberto justamente durante uma pesquisa para tentar desvendar a origem do Sars-Cov-2, que se transformou na pior pandemia dos últimos tempos.

Baixar arquivo
Geral

SIMU: sistema une dados públicos sobre mobilidade urbana

O portal do Ministério do Desenvolvimento Regional, lançado nesta quinta-feira dentro da Semana Nacional de Mobilidade, une dados públicos de diversas fontes como o IBGE, Agência Nacional do Petróleo e Gás e Datasus.

Baixar arquivo
Política

Comissão da Câmara aprova substitutivo à PEC da Reforma Administrativa

Foram 28 votos favoráveis e 18 contrários. O texto retoma vários pontos da proposta encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional, em setembro do ano passado.

Baixar arquivo
Esportes

Brasil avança para quartas de final na Copa do Mundo de Futsal

Nas quartas de final, os brasileiros vão enfrentar a seleção de Marrocos, no próximo domingo (26), às 10h, horário de Brasília, na cidade de Vilnius, na Lituânia.

Baixar arquivo