Retrospectiva 2023: relembre fatos que marcaram a área da educação

Publicado em 25/12/2023 - 10:00 Por Carolina Pessoa - Repórter da Rádio Nacional - Rio de Janeiro

O ano de 2023 foi marcado por conquistas históricas e novos incentivos na área de educação. A Lei de Cotas, considerada um marco, passou a incluir um novo grupo social, os quilombolas. A medida faz parte de uma série de mudanças que atualizaram a legislação de 2012, criada para reservar vagas em instituições de ensino superior para grupos vulneráveis, como população negra e indígena, e também para estudantes de escolas públicas.

Ao sancionar a lei, o presidente Lula destacou o desempenho dos cotistas.

“Esses jovens estão demolindo um mito propagado pelas elites que sempre tiveram o livre acesso às melhores instituições do Brasil e no exterior. O mito de que a chegada dos cotistas no ensino superior faria cair a qualidade da educação. E o que aconteceu foi exatamente ao contrário”.

O Desenrola do Fies, que desde novembro permite a renegociação de dívidas do programa, foi outro destaque em 2023. A negociação envolve mais de 1,2 milhão de pessoas que ficaram com o nome sujo. É possível ter desconto de até 99% no valor da dívida.

Já o novo PAC previu quase R$ 3 bilhões em expansão de novas unidades dos institutos federais, contemplando pelo menos cem novos campi, com cada um gerando 1.400 novas matrículas.

Entre as novidades está o primeiro curso de ensino superior do Instituto de Matemática Pura e Aplicada, o Impa, que começa em 2024. O curso é gratuito e tem como objetivo capacitar os estudantes para entrar de forma efetiva no mercado de tecnologia e inovação.

O ano contou ainda com um número recorde de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. Foram quase quatro milhões de pessoas, o que aponta uma retomada na comparação com os dois anos anteriores. O avanço foi de pouco mais de 13% em relação a 2022.

Mas muitos candidatos foram alocados a mais de 30 quilômetros de distância da sua residência e por isso, puderam fazer a prova em outro dia. Nos dois casos, os temas das redações geraram discussão na sociedade brasileira, ao abordarem o trabalho de cuidado feito pelas mulheres e a população em situação de rua.

O ministro da educação Camilo Santana destacou outras novidades desta edição.

“Também é a primeira vez que o nordeste brasileiro foi a região que mais tivemos inscritos no Enem. E mais de 60% dos inscritos são mulheres”

Mas ataques a escolas assustaram a população. Dois mil e vinte e três foi o ano com maior número deles, de acordo com o Instituto Sou da Paz. Ao todo, foram 11 ataques, que deixaram 11 mortos e 25 feridos.

Uma grande discussão dos últimos anos também se estendeu ao longo de 2023. O Novo Ensino Médio, que começou a ser implementado oficialmente nas escolas, foi duramente criticado por alunos, entidades e especialistas, inclusive com protestos em todo o país. O governo decidiu rever essa mudança, e atualmente uma nova proposta está em tramitação no congresso.

Discussões sobre o uso de tecnologia na educação dividiram opiniões. O ChatGPT, ferramenta de inteligência artificial lançada no fim de 2022, foi alvo de discordâncias. De vilão a mocinho, o instrumento rapidamente conquistou os usuários, muitos deles estudantes, para a realização de trabalhos escolares. Mas para muitos especialistas, o uso indiscriminado da ferramenta pode representar um risco para o aprendizado.

E os resultados do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, divulgados no final do ano, trouxeram uma boa e uma má notícia. Apesar da qualidade do ensino no país não ter caído mesmo com a pandemia de covid-19, o Brasil apresentou um desempenho estável entre 2018 e 2022, ficando entre os 20 últimos países do ranking em matemática e entre os 30 piores em ciências. A melhor posição foi alcançada em leitura, de 44 a 57, entre os 81 países avaliados.

Edição: Rádio Nacional/ Marizete Cardoso

Últimas notícias
Justiça

Justiça condena empresa eólica a pagar indenização para morador no RN

O morador alega "barulho constante" provocado pela rotação do aerogerador e dano estrutural no imóvel residencial.

Baixar arquivo
Saúde

Mudanças climáticas agravam riscos de trabalhadores, diz OIT

Para a Organização Internacional do Trabalho, inúmeras condições de saúde dos trabalhadores estão associadas às mudanças climáticas, incluindo câncer, doenças vasculares, respiratórias, renais e de saúde mental.

Baixar arquivo
Economia

Governo lança programa de crédito e renegociação de dívidas

Uma das ações permite que microempreendedores individuais e pequenos e médios empresários negociem as dívidas e consigam crédito para melhorar os negócios.

Baixar arquivo
Justiça

STF dá 5 dias para X se manifestar sobre descumprir ordens judiciais

O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes deu um prazo de cinco dias para que os representantes da rede social X, antigo Twitter, se manifestem sobre descumprimentos de ordem judicial nos perfis de contas bloqueadas na plataforma.

Baixar arquivo
Saúde

Saúde óssea depende de exercícios regulares, defende médico do INTO

Além de provocar sensação de bem-estar, elevar a autoestima e trazer melhorias para as relações sociais, a prática regular de atividade física tem um papel fundamental para a saúde óssea e muscular.

Baixar arquivo
Saúde

Pesquisadores desenvolvem fármacos para tratamento de doenças crônicas

Pesquisadores brasileiros investem em pesquisa e na produção de novos fármacos, que podem ajudar no tratamento de pacientes que lutam contra doenças crônicas.

Baixar arquivo