Operação prende no DF quadrilha especializada em furto a shopping center

Parasitus

Publicado em 21/06/2017 - 12:32 Por Patrícia Leite - Brasília

Estão  presos em Brasília integrantes de uma quadrilha que usava menores de idade  para furtar celulares e eletrônicos. Na primeira fase da operação, batizada de Parasitus, 15 pessoas foram presas só no Distrito Federal (DF).


O grupo tinha sede em Santo Antônio do Descoberto, região do entorno do Distrito Federal, mas atuava em, pelo menos, oito estados, além do DF.


Com a quadrilha, a polícia apreendeu armas, munição, jóias, carros de luxo, além de muitos celurares, tablets e notebooks. Os eletrônicos eram furtados de lojas de shopping centers.


Os adolescentes entravam nos estalecimentos antes do fechamento, se escondiam e, à noite, roubavam os objetos sem serem notados pelos seguranças. Quando as lojas abriam, eles deixavam o local.


Segundo o delegado-chefe da Delegacia da Receita Federal,  Fernando Cesar Costa, a quadrilha era tão organizada que contava com advogados para libertar os adolescentes, quando eram apreendidos.


O grupo atuava há mais de dois anos. Entre janeiro de 2015 e agosto do ano passado foram registradas 47 ocorrências. Em cinco delas, o prejuízo chega a R$ 2 milhões. Os objetos furtados eram revendidos em feiras de Brasília.

Últimas notícias
Saúde

Fiocruz pede registro de novos testes contra varíola dos macacos

A Fundação Oswaldo Cruz pediu à Anvisa - Agência Nacional de Vigilância Sanitária - o registro de dois novos teste para diagnóstico de monkeypox. O pedido foi feito por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos, Bio-Manguinhos.

Baixar arquivo
Economia

Setor de serviços cresce 0,7% na passagem de maio para junho, diz IBGE

Com isso, se encontra 7,5% acima do nível pré-pandemia, de fevereiro de 2020, mas ainda 3,2% abaixo do ponto mais alto, conquistado em novembro de 2014.

Baixar arquivo
Saúde

Ingerir álcool durante a gravidez pode causar síndrome alcoólica fetal

Mesmo que seja baixa a quantidade de álcool ingerida pela futura mãe, ainda existe o risco da doença,  que pode trazer consequências gravíssimas para o feto e recém-nascidos.

Baixar arquivo
Economia

Quase metade dos brasileiros fazem "bicos" para ampliar renda

Pesquisa aponta que quase q metade dos brasileiros com 16 anos de idade ou mais precisaram fazer atividades extras nos últimos 12 meses para complementar sua renda.

Baixar arquivo
Saúde

Maranhão registra primeiro caso de varíola dos macacos

O paciente, um homem de 42 anos, com comorbidades, está internado com quadro clínico estável.

Baixar arquivo