Tribunal londrino reabre processo de US$ 7 bi por desastre em Mariana

Publicado em 27/07/2021 - 21:11 Por Daniel Ito - Repórter da Rádio Nacional - Brasília

O Tribunal de Recursos de Londres concordou em reabrir um processo contra a mineradora anglo-australiana BHP pelo rompimento de uma barragem na cidade mineira de Mariana. A tragédia ocorreu em 2015 e provocou o maior desastre ambiental da história do Brasil.

A ação coletiva é uma das maiores em tramitação no sistema legal inglês. Um escritório de advocacia britânico representa pessoas, empresas, igrejas, organizações, municípios e povos indígenas brasileiros no processo que pode resultar em uma multa de quase sete bilhões de dólares, o equivalente a 36 bilhões de reais.

A ação foi reaberta pelo Tribunal de Recursos da capital britânica depois de ter sido suspensa em novembro passado, sob alegações de abuso processual.

A empresa BHP era uma das mineradoras do grupo Samarco, junto com a Vale - responsáveis pela Barragem de Fundão.

O rompimento, em 2015, fez com que uma enxurrada com 40 milhões de metros cúbicos de rejeitos de mineração invadissem o Rio Doce e atingissem o Oceano Atlântico.

Dezenove pessoas morreram. Mauro Marcos da Silva é um dos sobreviventes. Hoje, ele integra a Comissão de Atingidos pela Barragem de Fundão. Mauro acredita que a reabertura do processo na justiça britânica pode agilizar as ações aqui na justiça brasileira.

No Brasil, as famílias atingidas ainda lutam na justiça para serem indenizadas, seis anos após a tragédia. O prazo para fechar um acordo de indenização termina dia 2 de outubro, mas os atingidos querem a prorrogação da data por acharem que os atuais valores em discussão estão baixos.

E após a reabertura do processo em Londres, a mineradora BHP publicou um comunicado afirmando que, no entendimento dela, o caso não deveria ser julgado pela justiça do Reino Unido.

Edição: Sheily Noleto / Guilherme Strozi

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

Governo da Bahia envia duas aeronaves para combater incêndios

Os aviões têm capacidade de armazenar 2.000 litros de água e, com as do mesmo modelo que já estavam em combate, totalizam 10 aeronaves que atuam nas regiões oeste, norte e na Chapada Diamantina.

Baixar arquivo
Saúde

Fiocruz aponta tendência de queda na ocupação de leitos de covid-19

Os especialistas do Observatório da Fiocruz enfatizam, que apesar da melhoria dos indicadores, ainda é necessário cautela e atribuem os resultados à vacinação.

Baixar arquivo
Saúde

Ministério da Saúde volta a recomendar vacinação de adolescentes

O imunizante recomendado para aplicação em adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidade é o da Pfizer.

Baixar arquivo
Geral

Governo do Distrito Federal lança dois programas de inclusão social

O Conecta Mais vai distribuir, de graça, 20 mil chips com internet de alta velocidade e com pacote de dados. O DF Acessível disponibilizará 50 vans adaptadas para transportar usuários com deficiência e mobilidade reduzida para suas atividades cotidianas.

Baixar arquivo
Esportes

Atleta indígena disputa Sul-Americano Sub-18 de atletismo pelo Brasil

Yuri é estudante da Escola Municipal Polo Indígena Mbo'eroy Guarani Kaiowá, na cidade de Amambaí, no Mato Grosso do Sul. Campeão brasileiro sub-20 e vice-campeão no sub-18, ele será um dos representantes do Brasil na prova do lançamento do dardo.

Baixar arquivo
Esportes

São Paulo e América (MG) ficam no 0 a 0 pelo Brasileirão

O tricolor paulista segue na 12ª posição com 26 pontos. Já o América Mineiro deixou a zona de rebaixamento do campeonato e chegou a 23 pontos na competição.

Baixar arquivo