Abalada, seleção palestina encara Líbano pelas Eliminatórias da Copa

Jogo nesta quinta ocorre em local neutro devido ao conflito em Gaza

Publicado em 16/11/2023 - 12:53 Por Pearl Josephine Nazare* - undefined

O conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas em Gaza abalou os preparativos da seleção palestina para o jogo de eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026 contra o Líbano nesta quinta-feira (16), mas os atletas estão determinados a fazer uma boa exibição, disseram um representante da equipe e um jogador.

A partida vai ser disputada em Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, em local neutro, por causa do conflito.

Originalmente, o jogo estava programado para ser disputado em Beirute, e os palestinos deveriam receber a Austrália na semana seguinte, mas a resposta de Israel ao ataque do Hamas em 7 de outubro forçou as autoridades a encontrar novos locais.

Os palestinos geralmente jogam no Estádio Faisal Al-Husseini, em Al-Ram, na Cisjordânia.

"Tudo mudou depois de 7 de outubro, com o início do conflito em Gaza", disse o gerente de mídia da Associação Palestina de Futebol (PFA), Ahmed Rajoub, ao meio de comunicação National. "Todas as atividades esportivas pararam completamente na Palestina, e a equipe de futebol foi forçada a se mudar para a Jordânia. O primeiro treinamento real da equipe nacional (...) ocorreu na segunda-feira, em Sharjah, há quatro dias". "Tivemos algumas sessões de treinamento na Jordânia e, na ausência dos jogadores de Gaza, isso não foi suficiente para nos prepararmos para uma partida ideal nas eliminatórias."

Libaneses e palestinos se enfrentam no Estádio Khalid bin Mohammed, nos Emirados Árabes Unidos, antes que os palestinos encararem a Austrália, no Kuwait, em 21 de novembro.

Rajoub disse que a situação em Gaza estava pesando muito sobre os jogadores.

"Simplesmente não conseguimos fazer com que os jogadores se concentrem no jogo quando pessoas são mortas e feridas todos os dias desde o início do conflito", disse ele. "Os jogadores não falam sobre futebol, mas sobre a guerra e, quando estão no quarto ou no ônibus, correm para acompanhar os acontecimentos por meio de seus telefones celulares para ver como estão suas famílias, parentes e amigos". "Mas queremos dizer que, apesar de todos esses problemas e desse período difícil, os jogadores definitivamente querem vencer, por mais difícil que seja."

O meio-campista palestino Mohammed Rashid afirmou que a equipe daria o melhor de si.

"É muito difícil manter o foco", disse Rashid. "Acho que não há escolha para nós, por exemplo, adiar o jogo; temos que jogar, então é exatamente por isso que estamos aqui agora."

* É proibida a reprodução deste conteúdo.

Últimas notícias