Estão abertas as inscrições para o Festival da Nacional FM

Podem ser inscritas músicas instrumentais e canções com letra

Publicado em 25/05/2020 - 14:48 Por Luiz Claudio Ferreira - repórter do Portal EBC - Brasília

A voz e os versos abriram-se com a amplitude de “janelas”. Quando não imaginava, Renata Weber, psicóloga clínica, mestre em antropologia, doutora em psiquiatria, viu-se no palco. Assumiu o nome artístico de Tatá Weber. “A música sempre fez parte da minha vida, mas deixei um pouco suspensa por causa da minha carreira e das minhas pesquisas.”

Foi há 5 anos que ela passou, de verdade, a dividir a vista que fazia do mundo. “Eu brinco que tenho um bando de janelas na vida. Voltei muito tardiamente. O meu primeiro álbum é de 2015 com o disco Leve”, diz, hoje, aos 48 anos de idade. Depois, produziu ainda mais dois CDs (Cantadas e Suítes para Eletrodos, lançado em maio). Tem pelo menos 30 músicas autorais, em singles e também em parcerias, como com Danú Gontijo. No ano passado, a doutora da psicologia precisou controlar os sentimentos “com toda a carga emocional que o festival tem”, quando foi anunciada como vencedora no Festival de Música da Nacional FM com a música “Quarta-feira”.

Em 2020, o Festival chega a sua 12ª edição para promover a música brasileira em um momento de pandemia da covid-19 onde tudo vai ser possível com inscrições pela internet. No caso de Tatá Weber, no ano passado, a fã do festival e da Rádio Nacional entende que o evento cumpre importante função em prol dos músicos que trabalham com materiais autorais. “É uma festa. Ganhar é ótimo, e participar é muito gostoso”.

 


Bicampeão

Músico com experiência no palco do Festival da Nacional é Marcelo Lima (foto), de 49 anos. Venceu em 2014 (com a composição Bora Lá, com letra de Ângela Brandão, na categoria de “música com letra”) e também no ano passado com a composição instrumental Voa Zepellim.

Festival de Música, Nacional FM
Festival de Música, Nacional FM - Marcello Casal jr/Agência Brasil

Ao todo, ele já participou de cinco festivais, e chegou a três finais. “É um desafio muito grande. Você ganhar um festival é um início muito bom para uma música, ainda mais em uma rádio renomada como a Rádio Nacional”.

O caminho para chegar até ali, no palco, sob aplausos, foi de exercícios, literalmente. Ele é profissional de música desde 2000 (além de compositor, toca instrumentos como bandolim, violão e guitarra), mas já foi professor de educação física por 15 anos. “Como eu trabalhava com competição, os horários começaram a ficar incompatíveis. Por isso, passei a me dedicar apenas à música. Um dia penso em voltar à educação física.”

A música foi um caminho que lhe deu musculatura de campeão nas partituras. Até chegar aos títulos do Festival da Nacional, gravou três discos com o grupo Marambaia, com quem ficou na estrada pelo Brasil de 2002 a 2014, um disco com Lauro Aires, no grupo Centropia, com quem trabalhou a partir de 2015, e agora mais um trabalho, a ser lançado em junho chamado de “Marcelo Lima e os Procurados”.

“Quando fui compor pensando no festival da Nacional, pensei que era importante no trabalho refletir sobre o repertório eclético da rádio”. Ousou e deu certo, misturando estilos, batidas e ritmos.

Para se inscrever

Neste ano, as inscrições serão feitas, até o dia 31 de julho, exclusivamente pela internet. Os concorrentes do Distrito Federal e Entorno poderão anexar os arquivos das músicas e dos documentos por upload, diretamente na ficha de inscrição.

Confira o regulamento

Podem ser inscritas músicas instrumentais e canções com letra. Os finalistas concorrem aos prêmios de Melhor Música com Letra, Melhor Música Instrumental, Melhor Intérprete Vocal, Melhor Intérprete Instrumental, Melhor Letra, Melhor Arranjo, Música Mais Votada na Internet e Melhor Torcida.

Os concorrentes devem também ler atentamente o regulamento de participação. Em caso de dúvidas e para informações complementares, é possível entrar em contato com a coordenação do Festival pelo e-mail festivalnacionalfm@ebc.com.br.

Etapas

O Festival de Música da Nacional FM é dividido em duas fases de apuração dos vencedores. Depois de encerradas as inscrições, 50 músicas são selecionadas por um corpo de jurados especializados. Essas canções passam a ser executadas diariamente na programação da Rádio Nacional FM. Nesta etapa, os ouvintes podem votar em suas canções preferidas pelo site do Festival. A música mais votada é automaticamente classificada entre as finalistas. As outras 49 músicas passam por um novo processo seletivo, onde são escolhidas 11 canções para fechar a lista das 12 finalistas. Em seguida, tem início uma nova fase de veiculação das músicas na programação da Nacional FM e votação na internet.

Tradicionalmente, os vencedores do Festival são conhecidos em um grande show em que os 12 finalistas se apresentam ao vivo diante do público e jurados para a escolha dos ganhadores nas oito categorias. Eles participam no dia seguinte do Show dos Vencedores, com mais tempo para apresentarem seus trabalhos.

Neste ano, os shows estão programados para acontecer nos dias 28 e 29 de novembro, no entanto, por conta da situação da pandemia do novo coronavírus, a confirmação das datas e detalhes relativos aos dois eventos públicos serão divulgados posteriormente.

A primeira edição do Festival Música da Nacional FM foi realizada em 2009, em consolidação a uma série de iniciativas da rádio em apoio à cultura e à música de Brasília. Desde 2015, a final do Festival e o Show dos Vencedores acontecem no Teatro da Caixa Cultural.

Todos os anos, a realização do Festival gera uma grande mobilização na cadeia produtiva musical da cidade, movimentando compositores, cantores, músicos, arranjadores e estúdios de gravação. A cada edição, é registrado um crescimento significativo no número de músicas inscritas e recordes de acesso nas votações pela internet.

Pioneira

A Rádio Nacional foi a primeira emissora FM de Brasília, entrando no ar em 1976. Os destaques da programação são o melhor da música brasileira e a informação de qualidade. O sinal da Nacional FM também é disponibilizado via internet, por meio do Site das Rádios EBC e do aplicativo Rádios EBC para iOS e Android.

Edição: Narjara Carvalho

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias