Estado Islâmico reivindica atentado com 34 mortos em escola em Cabul

Publicado em 16/08/2018 - 08:50 Por Agência EFE - Cabul

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quinta-feira (16) a autoria de um ataque contra uma escola em um bairro de maioria xiita de Cabul, no Afeganistão, que deixou ontem pelo menos 34 mortos e 56 feridos.

A agência Amaq, vinculada ao grupo, identificou o autor do atentado como o "irmão mártir" Abdulrauf al Jorasani, em comunicado divulgado por meio do Telegram, cuja autenticidade não pôde ser comprovada.

O terrorista detonou um colete com explosivos em uma "escola de apóstatas renegados", palavras com as quais o grupo jihadista se refere habitualmente à comunidade xiita, minoritária no Afeganistão.

Segundo a nota da Amaq, o atentado deixou mais de 200 vítimas, entre mortos e feridos.

O governo afegão corrigiu hoje de 48 para 34 o número de mortos no ataque suicida, depois de detectar que algumas vítimas foram contadas duas vezes.

O atentado ocorreu no começo da tarde de ontem, quando um insurgente detonou os explosivos dentro da escola, na qual estavam naquele momento centenas de alunos.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias