Toffoli diz que Supremo não aceitará “intrusão” nas investigações

Publicado em 25/11/2015 - 13:17 Por Da Agência Brasil - Brasília

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli disse hoje (25) que o tribunal não aceitará intromissões nas investigações em curso.

Em reunião extraordinária, a segunda turma do tribunal referendou as prisões preventivas do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) e do advogado Edson Ribeiro, além das prisões temporárias do banqueiro André Esteves, do Banco BTG Pactual, e do chefe do gabinete do senador, Diogo Ferreira. 

As prisões foram autorizadas na noite de ontem pelo ministro-relator da Operação Lava Jato no tribunal, Teori Zavascki.

“O que importa é o seguinte: o Supremo Tribunal Federal não vai aceitar nenhum tipo de intrusão nas investigações que estão em curso e é isso o que ficou bem claro na tomada dessa decisão unânime”, disse Toffoli ao final da reunião.

Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), que solicitou as prisões, o senador Delcídio do Amaral tentou obstruir as investigações e dissuadir Nestor Cerveró de firmar acordo de colaboração com o Ministério Público Federal. Além disso,  o senador teria feito promessas de interceder junto a ministros do STF para que Cerveró conseguisse a liberdade por meio de habeas corpus.

“Infelizmente estamos sujeitos a este tipo de situação, pessoas que vendem ilusões. Mensageiros que tentam dizer conversei com fulano e sicrano e vou resolver a sua situação. Infelizmente são situações que ocorrem, não é a primeira vez que isso ocorre”, disse Toffoli sobre a suspeita de tráfico de influência do senador.

Ainda segundo a PGR, o senador Delcídio do Amaral ofereceu auxílio financeiro de R$ 50 mil mensais à família de Cerveró para que ele não firmasse acordo de delação premiada.

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Educação

Startup oferece vídeos educativos criados por crianças em sala de aula

No canal do De Criança Para Criança no YouTube - , é possível encontrar vídeos traduzidos para libras, gratuitos, que abordam temas relativos à grade curricular.